Amarante (Porto)

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da cidade e município de Amarante

Amarante é um município português localizado no distrito do Porto, na região Norte e sub-região do Tâmega. Amarante é sede de um município com 301,33 km² de área e 11 261 habitantes, de acordo com os censos de 2011, estando dividido em 26 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Celorico de Basto, a nordeste por Mondim de Basto, a leste por Vila Real e por Santa Marta de Penaguião, a sul por Baião, Marco de Canaveses e Penafiel, a oeste por Lousada e a noroeste por Felgueiras.

História do concelho de Amarante

A origem de Amarante remonta aos povos primitivos que habitaram a Serra da Aboboreira, que terá sido habitada desde a Idade da Pedra. Há também registos de povoamento na Idade do Bronze e mais tardiamente da civilização Romana, mais dispersa pelo território. Após a fixação de São Gonçalo (1187-1259), nascido em Tagilde, Guimarães, Amarante começou a adquirir importância e visibilidade. É a São Gonçalo que se atribui a construção da velha ponte sobre o Tâmega. Amarante começou a tornar-se alvo de peregrinações e a povoação foi crescendo.

No século XVI, D. João III ordena a construção do Mosteiro de São Gonçalo sobre a capela junto à ponte onde, diz a tradição, que S. Gonçalo terá vivido e foi sepultado. Em 1763 as cheias do rio Tâmega provocam a derrocada da velha Ponte de São Gonçalo e a reconstrução aconteceu nos anos seguintes, com o aspeto que atualmente apresenta.

No início do século XIX, Napoleão Bonaparte tenta invadir Portugal e em Amarante passaram as invasões francesas, destacando-se o episódio da Defesa da Ponte de Amarante. Após este acontecimento o General Silveira recebeu o título de Conde de Amarante e a vila foi agraciada com o colar da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, refletido no brasão municipal.

Amarante adquiriu o estatuto de cidade a 8 de julho de 1985, sendo esta a data do seu feriado municipal.

Património natural e edificado

Amarante tem o seu património natural e a paisagem associado ao rio Tâmega e às serras do Marão e da Aboboreira. Deste modo, é um local para a prática de atividades ligadas ao desporto de natureza, como canoagem, parapente, montanhismo, pesca, natação, entre outras. No contexto do património natural é ainda importante referir o Parque Florestal de Amarante e a Ecopista da Linha do Tâmega.

Em relação ao património edificado, a ponte de S. Gonçalo é o grande ex-libris da cidade. Contudo, vale a pena visitar também o rico património religioso existente onde se inclui a Igreja e o Convento de São Gonçalo, a Igreja de São Domingos e o Museu de Arte Sacra, a Igreja de São Pedro, o Mosteiro de Travanca e o Mosteiro de Freixo de Baixo.

No concelho de Amarante, o Parque Aquático é também um dos locais mais procurados, principalmente no verão.

Gastronomia

A cozinha de Amarante baseia-se em pratos que incluem cabrito e vitela. O cabrito serrano, a vitela arouquesa e maronesa, as feijoadas, as tripas, o cozido à portuguesa, o bacalhau à Zé da Calçada e o bacalhau à Custódia são alguns dos pratos mais comuns.

A doçaria conventual é, contudo, um dos elementos mais fortes. Neste campo é possível provar papos de anjo, lérias, bolos de S. Gonçalo, foguetes e brisas do Tâmega.

Em anos recentes Amarante tem assistido a uma crescente procura para a instalação de empresas micológicas no seu território, principalmente Shiitake e Pleurotus. Atualmente há cerca de 80 produtores de cogumelos em Amarante.

Brasão da cidade

54a62dc5a4ce2d5cd7f957139582ca73

O brasão de Amarante é de vermelho, leão rampante de prata, que empunha na dextra um feixe de três setas de prata, atados por uma fita de ouro perfilada a negro, sustido por uma ponte de prata com três arcos, ameada, perfilada e lavrada de negro, movente dos flancos e sainte de um ondado de prata e azul em ponta. O escudo é circundado pelo colar da Ordem da Torre e Espada. A coroa mural é constituída por cinco torres de prata. O listel é branco composto pela palavra AMARANTE a negro.

Municípios do Distrito do Porto

Amarante Baião Felgueiras Gondomar Lousada
Maia Marco de Canaveses Matosinhos Paços de Ferreira Paredes
Penafiel Porto Póvoa de Varzim Santo Tirso Trofa
Valongo Vila do Conde Vila Nova de Gaia
384 Visualizações 1 Total
384 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.