Igreja de São Gonçalo

Apresentação da Igreja de São Gonçalo: localização geográfica, evolução histórica e características de um dos principais ex-libris do concelho de Amarante

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

A Igreja de São Gonçalo, e o respetivo convento, localiza-se na União de Freguesias de Amarante (São Gonçalo), Madalena, Cepelos e Gatão, na cidade de Amarante. Este monumento religioso, juntamente com a Ponte de São Gonçalo, é o principal monumento da cidade do distrito do Porto. Esta é atualmente a Igreja Matriz de Amarante, mas em tempos foi a Igreja do Convento Dominicano de São Gonçalo de Amarante. 

O Convento e a Igreja de São Gonçalo estão classificados como Monumento Nacional desde 1910. A Igreja de São Gonçalo é o monumento mais visitado de Amarante. 

História da Igreja de São Gonçalo

Segundo a tradição local, a Igreja de São Gonçalo tem origem numa primitiva ermida que foi erguida pelo beato Gonçalo de Amarante no início do século XIII. 

Contudo, foi apenas em 1540 que surgiu a atual igreja. D. João III deliberou a construção de um templo e convento dominicano no local onde estava a ermida medieval. Este templo seria invocado a Gonçalo de Amarante. As obras começaram em 1543 e prolongaram-se até ao século XVIII. A construção da igreja e do convento apenas ficou concluída no reinado de Filipe II de Espanha, antes de 1600. A construção do pórtico e da Varanda dos Reis começou em 1683. 

Em agosto de 2013 a fachada da igreja começou a ser restaurada, numa obra que demorou cerca de nove meses. 

Igreja de São Gonçalo

Por António Amen, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=16744577

Características

A Igreja de São Gonçalo é um exemplar único de arquitetura religiosa em estilo renascentista, maneirista, barroco e oitocentista. 

Na fachada principal do monumento estão duas representações:

  1. Na Varanda dos Reis estão: D. João III, D. Sebastião, D. Henrique I e Filipe II de Espanha
  2. No Pórtico estão: Nossa Senhora do Rosário,São Pedro Mártir, Gonçalo de Amarante, São Tomás, São Francisco e São Domingos. Sobre a porta estão os bustos de São Paulo e São Pedro. 

A Varanda dos Reis é formada por cinco arcos de volta perfeita apoiados por pilares onde estão as imagens acima mencionadas. 

O interior da igreja segue a forma de cruz latina, começando por nártex, encimado pelo coro-alto, seguindo-se o corpo da nave e do transepto do zimbório, culminando com a capela-mor. No interior  destacam-se: 

  • Órgãos de tubos
  • Túmulo do beato Gonçalo de Amarante (localizado no lado direito do altar)
  • Sacristia com teto de caixotões pintados
  • Retábulo barroco em talha dourada
  • Imagem do beato Gonçalo de Amarante
  • Claustro principal com fonte centrada da autoria de Mateus Lopes
9 Visualizações 1 Total
9 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.