Seia, Portugal

Apresentação do município de Seia

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da cidade e município de Seia

Seia é um município português localizado no distrito da Guarda, na região do Centro e sub-região da Serra da Estrela. É um município com 24702 habitantes, de acordo com os censos de 2011, estando dividido em 21 freguesias em 435,69 km². O município é limitado a norte por Nelas e Mangualde, a nordeste por Gouveia, a leste por Manteigas, a sueste pela Covilhã, a sudoeste por Arganil e a oeste por Oliveira do Hospital.

As 21 freguesias do concelho de Seia são Alvoco da Serra, Carragozela e Várzea de Meruge, Girabolhos, Loriga, Paranhos da Beira, Pinhanços, Sabugueiro, Sameice e Santa Eulália, Sandomil, Santa Comba, Santa Marinha e São Martinho, Santiago, Sazes da Beira, Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros, Texeira, Torrozelo e Folhadosa, Tourais e Lajes, Travancinha, Valezim, Vide e Cabeça, Vila Cova à Coelheira.

Seia é a maior cidade da sub-região da Serra da Estrela e a segundo maior do Distrito da Guarda. É um dos concelhos que partilha o ponto mais elevado de Portugal Continental.

História do concelho de Seia

A antiga cidade de Sena (Oppidum Sena), atualmente Seia, foi fundada há cerca de 2400 anos pelos Túrdulos. Por isso, é a localidades mais antiga do concelho, apenas superada por Loriga, que existe há mais de 2600 anos. O rei godo Wamba ficou os limites da diocese de Egitânia até aos domínios da então cidade de Sena.

Durante algum tempo a cidade de Sena foi dominada pelos Árabes e depois foi reconquistada por D. Fernando Magno em 1055, que mandou edificar o seu castelo.

Em 1132 o rei D. Afonso Henriques dez doação de Seia ao seu valido João Viegas por reconhecimento dos serviços prestados. Em 1136 recebeu o seu primeiro foral dado por D. Afonso Henriques, que a designa por Civitatem Senam. Mais tarde recebeu forais de D. Afonso II (1217), D. Duarte (1433), D. Afonso V (1479) e D. Manuel I (1510).

Foi em Seia que se realizou o último comício republicano antes da implantação da República em 1910.

Património natural e edificado

O principal património natural de Seia é a Serra da Estrela pela sua imponência e beleza natural.

Em termos de património edificado destaca-se:

  • Antas de Paranhos (freguesia de Paranhos da Beira)
  • Solar de São Julião (freguesia de Paranhos da Beira)
  • Pelourinho de Carvalhal (freguesia de Paranhos da Beira)
  • Pelourinho de Santa Marinha (freguesia de Santa Marinha)
  • Capela do século XVIII (freguesia de São Romão)
  • Santuário de Nossa Senhora do Desterro (freguesia de São Romão)
  • Capela de São Pedro (freguesia de Seia)
  • Casa das Obras (freguesia de Seia)
  • Solar de Botelhos (freguesia de Seia)
  • Pelourinho de Casal (freguesia de Travancinha)
  • Pelourinho de Valezim (freguesia de Valezim)

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou os seguintes Protocolos de Geminação:

  • Contrexeville (França) a 02 de março de 1993
  • Octrupp (Alemanha) a 02 de março de 1993
  • Peniche (Portugal) a 02 de março de 1993
  • Domfront (França) a 09 de junho de 2000

Brasão da cidade

Brasão de Seia

O brasão da cidade é um escudo de ouro com uma torre torreada de vermelho, aberta e iluminada de negro, acompanhada de dois carrascos de verde arrancados do mesmo. Em chefe está uma estrela azul. A coroa mural é de prata de cinco torres e o listel é branco com a legenda CIDADE DE SEIA a negro.

Municípios do Distrito da Guarda

Aguiar da Beira Almeida Celorico da Beira Figueira de Castelo Rodrigo Fornos de Algodres
Gouveia Guarda Manteigas Mêda Pinhel
Sabugal Seia Trancoso Vila Nova de Foz Côa
231 Visualizações 1 Total
231 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.