Pinhel, Portugal

Apresentação do município de Pinhel: história, demografia, características geográficas, património natural e edificado, gastronomia e brasão

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da cidade e município de Pinhel

Pinhel é um município português localizado no distrito da Guarda, na região do Centro e sub-região das Beiras e Serra da Estrela. É um município com 9 627 habitantes, de acordo com os censos de 2011, estando dividido em 18 freguesias em 484,52 km². O município é limitado a norte por Vila Nova de Foz Côa, a nordeste por Figueira de Castelo Rodrigo, a leste por Almeida, a sul pela Guarda e a oeste por Celorico da Beira, Trancoso e Mêda.

As 18 freguesias do concelho de Pinhel são Alto do Palurdo, Alverca da Beira/Bouça Cova, Atalaia e Safurdão, Ervedosa, Freixedas, Lamegal, Lameiras, Manigoto, Pala, Pinhel, Pínzio, Souropires, Sul de Pinhel, Terras de Massueime, Valbom/Bogalhal, Vale do Côa, Vale do Massueime e Vascoveiro.

História do concelho de Pinhel

Apesar de sem grande certeza, a origem da cidade é atribuída aos Túrdulos por volta de 500 a.C. O primeiro foral foi concedido por D. Sancho I em 1209. Ao rei D. Dinis deve-se a reedificação do Castelo de Pinhel, constituído por duas torres e a construção da muralha que rodeava a vila na época.

Pinhel tornou-se sede de diocese e cidade em 1770 no reinado de D. José I, consequência da desanexação da Diocese de Lamego. Em 1881 a Diocese de Pinhel foi extinta e incorporada na Diocese da Guarda.

Património

Relativamente ao património arqueológico destaca-se:

  • Conjunto dos sítios arqueológicos do vale do rio Côa – Núcleo de Arte Rupestre da Faia
  • Lagar de Freixedas
  • Lagareta no Alto de Palurdo
  • Sítio Arqueológico Medieval dos Sapateiros
  • Lagar e sepulturas escavadas na rocha na Senhora da Ajuda
  • Necrópole medieval do Vascoveiro

Em termos de património/arquitetura civil, pode visitar:

  • Pelourinho de Alverca da Beira
  • Pelourinho de Lamegal
  • Pelourinho de Pinhel
  • Antigo Solar dos Antas e Meneses
  • Casa do Doutor David
  • Antigos Paços do Concelho (atual Museu Municipal de Pinhel)
  • Solar dos Metellos
  • Solar dos Mena Falcão
  • Solar dos Távoras

Por fim, já no que ao património religioso podemos mencionar:

  • Paço Episcopal de Pinhel
  • Convento dos Frades
  • Igreja de São Luís
  • Igreja de Santa Maria do Castelo
  • Igreja da Trindade
  • Igreja da Misericórdia de Pinhel
  • Capela de S. Sebastião
  • Igreja de Cidadelhe

Gastronomia

Na gastronomia deste concelho do distrito da Guarda podem-se destacar os enchidos de Pala, outros enchidos como a morcela o bucho e o chouriço assado, mas também o cabrito assado, o cozido à portuguesa, o bacalhau cozido e o coelho à caçador. Na doçaria é possível provar as cavacas doces, o arroz doce, as filhós e o pão-de-ló.

A complementar estes pratos está o vinho e o azeite, produtos endógenos do concelho, fundamentais para a economia local.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou o seguinte Protocolo de Geminação:

Brasão da cidade

Brasão de Pinhel

O brasão é um escudo de negro, com um castelo de ouro, aberto e iluminado de azul. A torre central carregada por uma quina de Portugal e acompanhada por dois ramos de três pinhas de ouro sustido e com rama do mesmo metal. Em chefe, um falcão de sua cor a voar. A coroa mural é de prata de cinco torres e o listel é branco com a legenda CIDADE DE PINHEL a negro.

Municípios do Distrito da Guarda

Aguiar da Beira Almeida Celorico da Beira Figueira de Castelo Rodrigo Fornos de Algodres
Gouveia Guarda Manteigas Mêda Pinhel
Sabugal Seia Trancoso Vila Nova de Foz Côa
171 Visualizações 1 Total
171 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.