Espaço

Conceito de Espaço, as suas principais características, composição e histórias da sua criação…

Espaço – conceito

Espaço

Universo

Espaço é uma das designações utilizada para designar Universo. Este conceito representa tudo o que se estende para o exterior da Terra. O espaço como universo pode não ter fim nem inicio, acreditando-se que este se encontra em expansão desde a sua origem com o Big Bang.

Muitas vezes este termo pode ser associado aos locais do Universo onde não se encontram corpos celestes, isto é, o espaço sideral, no entanto, este não se encontra completamente vazio, podendo mesmo estar preenchido por matéria escura.

O espaço é caraterizado por 3 dimensões, sendo o tempo a quarta dimensão. O Universo expande-se constantemente, a uma velocidade superior à velocidade da luz, o que impede a comunicação com zonas muito distantes.

Este divide-se em porções menores que são visíveis dependendo da localização do observador. O espaço pode estar dividido em galáxias que por sua vez estão divididas em constelações, como ocorre na nossa Via Láctea, que é uma galáxia que engloba centenas de constelações.

Constituição:

O espaço é composto maioritariamente por matéria negra, na qual se encontram suspensos os diversos corpos celestes. A radiação eletromagnética é uma das matérias que existe no espaço, no entanto, a quantidade existente vai diminuído ao longo dos anos, assim como a antimatéria.

O vácuo, assim como a radiação mencionada, é também um elemento encontrado no espaço, sendo visto muitas vezes como o seu principal constituinte.

A matéria negra corresponde a matéria que ainda não se conseguiu determinar a origem e não foi identificada. A energia negra corresponde à energia do espaço, sendo esta responsável pela sua expansão e corresponde à maior parte da energia aí existente.

Os outros elementos que constituem o espaço são as galáxias (tanto anãs como gigantes), os aglomerados de galáxias, as constelações, as estrelas, os planetas, os satélites naturais, os asteróides, os cometas, assim como outras estruturas que podem ser encontradas ao observarmos o espaço por um telescópio.

Criação do Universo:

universo

espaço

Os chineses vêm o Universo como o conjunto do espaço e do tempo, enquanto os gregos e os indianos aplicaram as primeiras leis físicas para a sua estruturação.

Já no presente Albert Einstein descreveu, através da sua teoria da relatividade, o surgimento do espaço assim como a forma como este se comporta neste momento, os movimentos gravitacionais, a expansão do Universo entre muitos outros.

A teoria mais aceite, neste momento, para a criação do Universo é a teoria do Big Bang que afirma que inicialmente o universo era um pequeno ponto de energia que explodiu e se expandiu devido a temperaturas muito elevadas. O arrefecimento da matéria expelida durante o Big Bang terá dado origem ao que hoje é conhecido como universo.

Muitas teorias foram desenvolvidas quanto à criação do espaço. Muitas dessas teorias são consideradas histórias mitológicas, como por exemplo, Deus criou o Universo em seis dias e descansou no sétimo, tendo criado tudo o que existe, aceite pela a Igreja Católica e a Judaica.

Histórias mitológicas sobre a criação do mundo finlandesas afirmam que o universo terá surgido a partir de um ovo cósmico, ou ainda as histórias gregas sobre Gaia e a sua formação, ou mesmo o surgimento do mundo a partir de um deus morto.

Modelos do Universo:

Ao longo dos séculos foram sendo sugeridas varias teorias que tentam explicar o conceito de Universo e a forma como o Universo se encontra organizado. Inicialmente acreditava-se que existiria um fogo no centro do Universo à volta do qual orbitavam a Terra, a Lua e o Sol.

Mais tarde surgiram teorias como a teoria geocêntrica que afirmava que a Terra se encontrava no centro do Universo à volta da qual giravam todos os corpos celestes, estes modelos tinham por base o modelo de Aristóteles. Modelo esse confirmado por Ptolomeu e aceite pela religião cristã.

Posteriormente, foi afirmados por diversos astrónomos que o sol se encontrava no centro do universo e não a Terra (modelo heliocêntrico). Esta teoria foi defendida por Copérnico, no entanto, levou alguns séculos a ser aceite pela igreja cristã, pois o ser humano deixaria de ser o centro de tudo.

Atualmente acredita-se que o espaço não terá um centro, mas que é formado por galáxias e enxames de galáxias cujos centros podem possuir uma ou varias estrelas, como é o caso do sistema solar com o sol no seu centro e os planetas em orbita à sua volta.

Apesar dos vastos conhecimentos que existem sobre o Universo, estes podem ser comparados com grãos de areia quando é tido em conta a vastidão do espaço, sendo por isso necessário ainda o desenvolvimento de uma grande quantidade de investigação, que permita realmente perceber a sua dimensão e as leis que o regem.

576 Visualizações 1 Total

References:

Burnham, Robert; Dyer, Alan; Kanipe, Jeff (2003). Astronomia. Guia essencial. Artemágica editores. Portugal ISBN 972-8772-03-3

Ridpath, Ian; Kindersley, Dorling (2006). Guias Essenciais: Astronomia. Civilização, editores, L.da Portugal ISBN 989-550-370-9

576 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.