Boticas, Portugal

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da vila e município de Boticas

Boticas é um município português localizado no distrito de Vila Real, na região norte e sub-região do Alto Trás-os-Montes. É um município com 5 750 habitantes, de acordo com os censos de 2011, estando dividido em 10 freguesias em 321,96 km². Boticas é limitado a oeste e noroeste por Montalegre, a leste por Chaves, a sueste por Vila Pouca de Aguiar, a sul por Ribeira de Pena e a sudoeste por Cabeceiras de Basto.

As 10 freguesias do concelho de Boticas são: Alturas do Barroso e Cerdedo, Ardãos e Bobadela, Beça, Boticas e Granja, Codessoso, Curros e Fiães do Tâmega, Covas do Barroso, Dornelas, Pinho, Sapiãos e Vilar e Viveiro.

História do concelho de Boticas

De acordo com documentos históricos, o apelido Barroso, de raíz toponímica, teve a sua origem nas Terras de Barroso, em Trás-os-Montes. O primeiro que o usou provinha da antiga linhagem dos Guedeões e retirou-o de uma torre no lugar de Sipiões, naquela região. Foi ele D. Egas Gomes Barroso, filho de D. Gomes Mendes Guedeão e da sua mulher D. Chamôa Mendes de Sousa. Dos filhos de D. Egas vêm duas linhagens distintas: a dos Bastos e os Barroso. Destes ficou uma vasta geração que manteve o uso do apelido.

O concelho de Boticas foi criado no âmbito da reforma administrativa de 1836, correspondendo a uma parte da antiga Terra do Barroso à qual deu nome, uma vez que é na sua área geográfica que existe a serra do Barroso e as povoações de Alturas do Barroso e Covas do Barroso, divisão administrativa e territorial que até àquela altura incorporava também o concelho de Montalegre.

Património edificado

Em termos de património edificado, em Boticas encontramos património inventariado como a Capela de Atilhó, o Castro de Carvalhelhos, a Ponte sobre o rio Beça, o conjunto habitacional de duas moradias e arco ou passadiço (em Cerdedo), o Castro de Lesenho, o Cruzeiro de Covas do Barroso, a Igreja Paroquial de Covas do Barroso, o Pelourinho de Dornelas, o Castro da Giestosa e o Complexo Mineiro do Vale Superior do Rio Terva. Há ainda outros locais de importância histórica como a Igreja Românica de Beça, a Capela Românica de Sapiãos ou a Igreja Gótica de Lampiões.

Outro dos locais mais visitados deste concelho são as Termas de Carvalhelhos.

Gastronomia

Em Boticas é possível degustar a típica gastronomia da região barrosã, onde se destaca  vitela Barrosã, o famoso cozido à moda do Barroso, os enchidos, o presunto, o “Vinho dos Mortos” e o “Mel de Barroso”.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou os seguintes Protocolos de Geminação:

  • Gond-Pontouvre (França) a 2 de maio de 2009
  • Caué (São Tomé e Príncipe) a 10 de dezembro de 2009
  • Outes (Espanha) a 19 de julho de 2008

Brasão da cidade

Brasão de Boticas

O brasão de Boticas é de prata, com uma abelha de negro realçada a ouro, acompanhada de quatro espigas de verde, cruzadas em ponta e atadas de vermelho. Em chefe e contra-chefe estão quatro faixas onduladas de azul. A coroa mural é de prata de quatro torres e o listel é branco com os dizeres BOTICAS a negro.

Municípios do Distrito de Vila Real 

Alijó Boticas Chaves Mesão Frio Mondim de Basto
Montalegre Murça Peso da Régua Ribeira de Pena Sabrosa
Santa Marta de Penaguião Valpaços Vila Pouca de Aguiar Vila Real
224 Visualizações 1 Total
224 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.