Valpaços, Portugal

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da vila e município de Valpaços

Valpaços é um município português localizado no distrito de Vila Real, na região norte e sub-região do Alto Trás-os-Montes. É um município com 16 882 habitantes, de acordo com os censos de 2011, estando dividido em 25 freguesias em 548,74 km². O município é limitado a noroeste por Chaves, a leste por Vinhais e Mirandela, a sul por Murça e a oeste por Vila Pouca de Aguiar.

As 25 freguesias do concelho de Valpaços são: Água Revés e Crasto, Algriz, Bouçoães, Canaveses, Carrazedo de Montenegro e Curros, Ervões, Fornos do Pinhal, Friões, Lebução, Fiães e Nozelos, Padrela e Tazem, Possacos, Rio Torto, Santa Maria de Emeres, Santa Valha, Santiago da Ribeira de Alhariz, São João da Corveira, São Pedro de Veiga de Lila, Serapicos, Sonim e Barreiros, Tinhela e Alvarelhos, Vales, Valpaços e Sanfins, Vassal, Veiga de Lila e Vilarandelo.

História

A atual cidade de Valpaços remonta ao primeiro período da nacionalidade, entre o século XII e XIII. Os primeiros documentos que a mencionam datam do século XII. De facto, o topónimo da cidade tem uma raiz pré-nacional, associada à palavra Vale de Paço.

O principal acontecimento da história deu-se em meados do século XIX, a 16 de novembro de 1846, durante a Guerra da Patuleia. Em Valpaços defrontaram-se tropas rivais.

A 6 de novembro de 1836 a aldeia de Valpaços é elevada à categoria de município. Valpaços foi elevada à categoria de cidade a 6 de novembro de 1999.

Património edificado e natural

O património da cidade é o retrato da sua importância ao longo dos anos.

Em termos de arqueologia destaca-se:

  • Santuário Rupestre de Argeriz
  • Castro de Ribas
  • Castro da Lama de Ouriço
  • Castro de Vilanova
  • Castro de Vilanderelo

Em relação à arquitetura civil, neste concelho temos:

  • Pelourinho de Água Revés
  • Casa de Matriz Sarmento e Capela de São Caetano
  • Casa senhorial de Argemil
  • Casa do Arco
  • Marcos Graníticos

Já em relação ao património religioso é importante mencionar:

  • Igreja de São Nicolau
  • Capela de Sá
  • Igreja de Possacos
  • Igreja Matriz de Santa Valha
  • Igreja Paroquial de Vilanderelho
  • Capela de São Sebastião

Com uma importante riqueza natural, em Valpaços há duas praias fluviais que atraem muitos visitantes: Praia Fluvial do Rabaçal e Praia Fluvial do Rio Torto.

Gastronomia

Na gastronomia Valpaços é um concelho muito rico, com pratos típicos da região do Alto Tâmega. Assim, destaca-se o presunto, o salpicão, a linguiça, a alheira, o cabrito assado ou estufado, o cozido à transmontana, a feijoada à transmontana, os milhos, o pão de centeio, a couve penca, a batata, o mel, a sopa de castanhas e as amêndoas. Além disso, é importante mencionar o Folar de Valpaços, uma das principais tradições da região. Por fim, a gastronomia é complementada com o vinho que é amplamente reconhecido pela sua especial qualidade.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou os seguintes Protocolos de Geminação:

  • Sarlat (França)
  • Maia (Portugal)
  • Bettembourg (Luxemburgo)
  • La-Garenne-Colombes (França)

Brasão da cidade

LOGO_CAMARA_VALPA_OS_HIRES_1_250_250

O brasão de Valpaços é um escudo de azul, com um cordeiro acompanhado em chefe por duas abelhas, tudo de prata e realçado a negro. A bordadura é cosida de negro, carregada de oito romãs de ouro, abertas de vermelho e folhadas de verde. A coroa mural é de prata de cinco torres e o listel é branco com a legenda VALPAÇOS a negro.

Municípios do Distrito de Vila Real 

Alijó Boticas Chaves Mesão Frio Mondim de Basto
Montalegre Murça Peso da Régua Ribeira de Pena Sabrosa
Santa Marta de Penaguião Valpaços Vila Pouca de Aguiar Vila Real
191 Visualizações 1 Total
191 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.