Peso da Régua, Portugal

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da vila e município de Peso da Régua

Peso da Régua (por vezes conhecido apenas por Régua) é um município português localizado no distrito de Vila Real, na região norte e sub-região do Douro. É um município com 17 131 habitantes, de acordo com os censos de 2011, estando dividido em oito freguesias em 94,86 km². Peso da Régua é limitado a norte por Santa Marta de Penaguião e Vila Real, a leste por Sabrosa, a sul pelo rio Douro, a sudoeste por Mesão Frio e a oeste por Baião.

As oito freguesias do concelho de Peso da Régua são: Galafura e Covelinhas, Moura Morta e Vinhós, Peso da Régua e Godim, Poiares e Canelas, Fontelas, Loureiro, Sedielos e Vilarinho dos Freires.

História

É do período romano que remontam as origens da fundação da Régua. Neste território os romanos terão instalado um presidium, tornando o território comunicável com outras terras. Alguns escritores e historiadores acreditam que a fundação de Peso da Régua remonta ao reinado de D. Sancho I, entre 1202 e 1207, numa época em que terá começado a povoação de locais nas proximidades de Santa Marta de Penaguião.

Em 1093, o conde D. Henrique e D. Teresa escolheram para  bispo do Porto D. Hugo, a quem doaram os dízimos das terras da Régua. Em 1135 os bispos do Porto fizeram do território um couto para a jurisdição civil. Em 1492 foi criada a arcediago da Régua. Em 1513, D. Manuel atribuiu foral a Peso da Régua. As primeiras referências à Régua como vila datam de 1687.

A história do território, dos seus habitantes e a sua evolução fica, inevitavelmente, ligada à instituição da Companhia Geral das Vinhas do Alto Douro, em 1756, por Marquês de Pombal. Peso da Régua foi elevada a concelho em 1836. No ano seguinte foi anexada a Peso da Régua o concelho de Godim.

Peso da Régua foi elevada à categoria de cidade a 14 de agosto de 1985 e em 1998 foi reconhecida como Cidade Internacional da Vinha e do Vinho.

Património edificado e natural

A paisagem natural é a principal característica identitária de Peso da Régua. Os socalcos de vinhos que contornam o rio Douro, moldados pela mão humana, marcam, sem dúvida, a paisagem. Além de apreciar as vinhas, quintas e produtores de vinho que dominam a paisagem reguense, é importante passar pelo Miradouro de S. Leonardo de Galafura (considerado um dos mais belos da região do Alto Douro Vinhateiro) e pelo Miradouro de Santo António para contemplar a paisagem. Ainda que no concerne ao património natural, no Peso da Régua pode visitar  o Parque das Caldas de Moledo e a belíssima zona ribeirinha.

Na vertente do património edificado, destacam-se neste concelho o Cemitério Mouro ou Fonte dos Mouros, o Solar da Família Vaz Osório ou Casa dos Vazes, o edifício do Cine-Teatro Reguense, a Casa da Companhia Velha (atual Museu do Douro), o Cais da Estação Ferroviária de Peso da Régua (conhecido mundialmente pelo seu painel em azulejo) e o marco granítico nº14.

Gastronomia

A gastronomia local é marcada pela diversidade, seja pelas várias influências de povos que sofreu, mas também pelas mudanças que decorrem na paisagem ao longo do séculos. A sopa de cebola de cebola ou de troncha, com feijão vermelho é um dos pratos populares e, habitualmente, inicia qualquer refeição tradicional. A sardinha com broa, por vezes acompanhada de batata cozida, o arroz de feijão com pataniscas, o arroz de troncha com moira, o arroz de forno com cabrito e batatas assadas, a feijoada à transmontana ou o rancho com grande de bico são os pratos principais da gastronomia reguense. À sobremesa, o leite-creme é a grande estrela.

Todos os pratos e delícias gastronómicas acompanham com os vinhos da região, que são de qualidade internacionalmente classificada.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou os seguintes Protocolos de Geminação:

  • Ovar (Portugal) – a 29 de setembro de 1991
  • Oeiras (Portugal) – a 7 de junho de 2000

Brasão da cidade

Pesoregu

O brasão da cidade é composto por um escudo de verde, um barco rabelo mastreado e encordoado de negro, realçado de ouro e vestido de prata, sobre cinco faixas ondadas de prata e azul. O barco é acompanhado em chefe de dois cachos de uvas púrpura sustidos e folhados de ouro. A coroa mural é de cinco torres de prata e o listel é branco com os dizeres CIDADE DO PESO DA RÉGUA a negro.

Municípios do Distrito de Vila Real 

Alijó Boticas Chaves Mesão Frio Mondim de Basto
Montalegre Murça Peso da Régua Ribeira de Pena Sabrosa
Santa Marta de Penaguião Valpaços Vila Pouca de Aguiar Vila Real
241 Visualizações 2 Total
241 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.