Piperales, ordem

Descrição da ordem Piperales, as suas principais características, os locais onde se encontra, assim como algumas das suas propriedades…

Piperales – descrição da ordem

Ordem Piperales

Ordem Piperales

Piperales é a designação de uma ordem de angiospérmicas, isto é, plantas com flor. Esta ordem pertence à classe Magnoliopsida, estando associada às dicotiledóneas, possuindo dois cotilédones no início do seu desenvolvimento. No entanto, devido às suas características acredita-se que poderão estar mais perto das monocotiledóneas.

A ordem reúne me si cerca de 5 famílias, que reúnem mais de 4090 espécies, em 17 géneros, sendo considerado um dos grupos mais diversos dentro do clado Magnoliids. Um dos géneros mais importantes desta ordem é as pimentas, de que é exemplo a Piper nigrum.

Como acontece com muitos dos grupos de angiospérmicas, também a organização desta ordem tem vindo a sofrer alterações havendo autores que indicam a existência de mais ou menos famílias, do que as consideradas.

A diversidade de características e a existência simultânea de características de dicotiledóneas e monocotiledóneas também tem vindo a contribuir para a dificuldade de organização deste grupo.

Características:

 

Piperales
Reino Filo Classe Ordem Família Género Espécie
Plantae Magnoliophyta Magnoliopsida Piperales

 

Distrib. Geográfica Estatuto Conserv. Habitat Necessidades Nutricionais
 Longevidade
 Cosmopolita  – ambientes secos ou húmidos (consoante a espécie) e quentes  nenhuma especifica

 

Características Físicas
Anatómicas Praticamente todas as formas de crescimento conhecidas nas plantas vasculares, desde suculentas, herbáceas, lianas, trepadeiras, epífitas, parasitas
Tamanho Variar desde alguns centímetros, até atingirem centenas de metros de altura
 Muitos dos seus membros são perenes

 

Estes indivíduos representam um conjunto de seres composto por praticamente todas as formas de crescimento conhecidas nas plantas vasculares, desde suculentas, herbáceas, lianas, trepadeiras, epífitas, parasitas entre outras.

O porte herbáceo é um dos mais comuns dentro desta ordem, mas indivíduos com porte arbustivo ou arbóreo de pequenas dimensões também podem surgir, apesar de não ser comum. As dimensões das espécies desta ordem podem variar desde alguns centímetros, até atingirem centenas de metros de altura, consoante o género observado.

As suas folhas são simples, lanceoladas, de coloração verde-escura, por vezes coreácea. Muitos dos seus membros são perenes, no entanto, podem ser encontrados espécimes caducifólios.

As suas flores, muitas vezes hermafroditas, organizam-se geralmente em inflorescências terminais. Essas flores são pequenas e muitas vezes com ausência de pétalas e sépalas, sendo que as flores que se encontram na parte inferior da inflorescência produzem estruturas que se assemelham a pétalas de grandes dimensões. Em certas famílias as inflorescências assemelham-se a flores de grandes dimensões e muito chamativas.

O seu pólen é frequentemente unioperculado, demonstrando que se trata de um grupo mais primitivo. A polinização ocorre com o auxílio de insetos polinizadores ou do vento, consoante a espécie.

O ovário apresenta um óvulo solitário, por carpelo, sendo uma característica deste grupo. As sementes apresentam pequenas dimensões, encontrando-se dentro de pequenos frutos com forma esférica, geralmente drupas, noutras famílias desta ordem os frutos são secos.

A dispersão dos membros desta ordem ocorre normalmente pela dispersão das suas sementes, ou pela fragmentação do rizoma destas plantas, quando presente.

Distribuição:

Os vestígios fósseis desta ordem são praticamente inexistente, provavelmente por a maioria dos seus membros serem espécies herbáceas, tornando a datação do seu surgimento muito difícil.

Muitos investigadores acreditam que poderá ter surgido no Cretáceo, visto espécies que lhe são próximas filogeneticamente surgiram nesse período.

A grande diversidade de formas devida tornou esta ordem num dos grupos mais dispersos. A maior parte dos membros desta ordem encontram-se nas regiões temperadas, assim como nos trópicos, em habitats secos e quentes, no entanto, algumas espécies necessitam de ambientes bastante húmidos, para poderem desenvolver-se adequadamente.

Estes indivíduos colonizaram diversos ecossistemas, no entanto, muitos deles dão preferência a ambientes de sombra ou com pouco exposição solar direta.

Muitos dos elementos desta ordem são cultivados dentro de casa ou em estufas, devido ao seu uso como espécies aromáticas, o que contribuiu para o surgimento de membros desta ordem em quase todos os continentes.

Utilizações:

As folhas e os frutos destes indivíduos são muitas vezes utilizados na culinária como aromáticas, sendo o seu cultivo de grande importância económica. As suas propriedades alucinogénas também têm sido de grande interesse para a medicina, ao longo dos séculos.

Muitas espécies pertencentes a esta ordem são utilizadas como espécies ornamentais, tanto pelas suas inflorescências, pelas suas folhas, assim como pelo seu odor característico.

966 Visualizações 1 Total

References:

Piperales. Tree of life. Missouri Botanical Garden Consultado em: Maio 31, 2017, em http://www.mobot.org/mobot/research/apweb/orders/piperalesweb2.htm

Berry, Paul E. Piperales. Encyclopædia Britannica, inc. Consultado em: Maio 31, 2017, em https://www.britannica.com/plant/Piperales

Isnard, Sandrine; Prosperi, Juliana; Wanke, Stefan; Wagner, Sarah T.; Samain, Marie-Stéphanie; Trueba, Santiago; Frenzke, Lena; Neinhuis, Christoph; Rowe, Nick P. (2012). Growth Form Evolution in Piperales and Its Relevance for Understanding Angiosperm Diversification: An Integrative Approach Combining Plant Architecture, Anatomy, and Biomechanics. International Journal of Plant Sciences, Vol. 173, No. 6, pp. 610- 639.

966 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática