Ilex, género

Descrição do género Ilex, as suas principais características, os locais onde pode ser encontrado, assim como algumas das suas utilizações…

Ilex, descrição do género

Ilex, género

Ilex, género

Ilex é a designação científica do género do azevinho. Este género encontra-se na família Aquifoliaceae, inserida na ordem Aquifoliales, que corresponde à classe Magnoliopsida. Este género é um dos maiores géneros de angiospérmicas e contém cerca de 400 espécies diferentes, sendo o azevinho (Ilex aquifolium) a espécie mais conhecida.

Este é o único género com espécies vivas pertencente à família Aquifoliaceae. Os membros deste género são dicotiledóneas, isto é, os embriões dos seus membros possuem dois cotilédones quando iniciam o seu desenvolvimento.

Principais características:

Ilex
Reino Filo Classe Ordem Família Género Espécie
Plantae Magnoliophyta Magnoliopsida Aquifoliales Aquifoliaceae Ilex

 

Distrib. Geográfica Estatuto Conserv. Habitat Necessidades Nutricionais
 Longevidade
 cosmopolita  Extinta/ em risco de extinção nível médio das águas do mar até cerca de 2000 metros de altitude  –

 

Características Físicas
Anatómicas porte arbóreo ou arbustivo, copa densa, folhas simples e pecioladas, flores de pequenas dimensões flores em inflorescências, frutos são pequenas drupas
Tamanho  25 metros de altura
 espécies dióicas, com dimorfismo sexual

Os membros do género Ilex possuem um porte arbóreo ou arbustivo, assim como algumas trepadeiras. Os caules destes indivíduos são lisos, com um crescimento lento, podendo atingir até 25 metros de altura. A copa destes indivíduos é bastante densa, independentemente da idade do individuo.

As suas folhas simples e pecioladas são geralmente perenes, ou caducas apresentando uma coloração verde-escura durante grande parte do ano e uma disposição alterna. Algumas espécies desenvolvem folhas com margens serrilhadas, por vezes formando espinhos, enquanto outras apresentam margem inteira.

As suas flores são de pequenas dimensões, com forma de taça, organizadas em inflorescências (racemos). Cada flor é constituída por pequenas pétalas (geralmente brancas) unidas na base, em número semelhante aos dos estames, normalmente 4. As sépalas são persistentes, sendo possível observa-las em volta dos frutos.

Estas espécies são dióicas, possuindo indivíduos com sexos diferentes, ocorrendo frequentemente dimorfismo sexual. O ovário é súpero, cujos carpelos possuem entre 4 a 6 lóculos que produzem entre 4 a 6 óvulos, um por lóculo.

Os seus frutos são pequenas drupas (assemelhando-se a bagas), geralmente com uma cor avermelhada, preta, amarela ou alaranjada, com um endocarpo coreáceo. Estes frutos possuem uma forma globosa e enrugada, envolvendo cerca de 4 a 6 sementes.

Distribuição:

Os membros deste género distribuem-se por regiões temperadas e tropicais, o que os torna em espécies cosmopolitas, no entanto, não são encontrados indivíduos nas regiões desérticas. Estas encontram-se particularmente no continente asiático e americano, havendo espécies nativas da Europa e do sudoeste asiático.

O ecossistema associado a este género encontra-se vai do nível médio das águas do mar até cerca de 2000 metros de altitude. Estes indivíduos encontram-se associados a ecossistemas como as florestas de Laurissilva onde pode ser encontrado o azevinho, entre outras espécies arborescentes.

A dispersão das suas sementes ocorre com o auxílios dos animais que consomem os seus frutos, podendo estas espécies demonstrar um comportamento invasor quando encontram as condições adequadas.

Estes indivíduos sofreram uma especiação, quando os membros deste género foram separados há mais de 82 milhões de anos, sendo possível encontrar espécimes do género Ilex em diversos habitats com condições muito diferente.

Os seus habitats preferenciais possuem solos bem drenados, apesar de necessitarem de humidade, sendo necessário a presença de sol ou de sombra parcial.

Utilizações:

Os membros deste género são cultivados principalmente para serem utilizados como espécies ornamentais. Uma das utilizações muito apreciada está relacionada com as decorações natalícias, que frequentemente utilizam o Ilex aquifolium.

Os frutos produzidos por esta família não são comestíveis para o ser humano, sendo alguns altamente tóxicos, podendo provocar diarreias, vómitos se ingeridos. No entanto, estes servem de alimento a diversas espécies de aves e outros animais.

Além dos seus frutos, também as folhas de alguns membros deste género são tóxicas, no entanto, em certos casos as folhas de algumas espécies são utilizadas na criação de chã, sendo ainda consumidas por pequenos insetos. A madeira dura deste género é apreciada para a criação de artesanato, como por exemplo instrumentos musicais.

Em Portugal a colheita de espécimes selvagens deste género é proibido, pois os membros do género Ilex, particularmente da espécie Ilex aquifolium, são muito raros, encontrando-se em vias de extinção. Além desta espécie europeia, muitas outras espécies deste género estão em risco de extinção ou estão mesmo extintas.

846 Visualizações 1 Total

References:

Groppo-Junior, M.;  Pirani, J.R. (2002). Aquifoliaceae Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo. Instituto de Botânica, São Paulo, vol. 2, pp: 31-38. ISBN 85-7523-053-0

Brotto, Marcelo Leandro; Vieira, Timni;  dos Santos, Élide Pereira (2007). Floristc survey on the Morro dos Perdidos, Serra de Araçatuba, Paraná, Brazil: Aquifoliaceae. Estud. Biol. 29(67):129-135

Gottlieb, Alexandra M.; Giberti, Gustavo C.; Poggio, Lidia (2005). Molecular Analyses of the Genus Ilex (Aquifoliaceae) in Southern South America, Evidence From AFLP and ITS Sequence Data. American Journal of Botany 92(2): 352–369

846 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática