Tecidos vegetais

Descrição dos principais tecidos vegetais, como são formados e as suas principais funções…

Tecidos vegetais

Tecidos vegetais: folha

Tecidos vegetais: folha

 

Tecidos vegetais são os diferentes tipos de tecidos que compõem os órgãos das espécies vegetais. Os tecidos vegetais são estudados por um ramo da biologia designado por Histologia vegetal. Estes tecidos podem ser agrupados de diferentes maneiras, como por exemplo organizados em três tipos diferentes de sistemas: o sistema dérmico, vascular e fundamental.

O sistema dérmico é composto por tecidos com células pouco especializadas, como a epiderme, responsáveis pelas estruturas fundamentais à formação do corpo da planta. Este sistema desempenha funções como a proteção e o revestimento.

O sistema vascular é composto por diferentes tipos de células, estado associado a dois tipos de tecidos diferentes, o xilema e o floema. Estes tecidos são responsáveis pelas estruturas vasculares, isto é, pelo transporte e a condução das substâncias dentro da planta.

O sistema fundamental é formado por três tecidos fundamentais, muito diferentes entre si, parênquima, colênquima e esclerênquima. Estes tecidos são responsáveis pelo suporte, resistência, preenchimento e metabolismo das plantas.

Tipos de tecido vegetal:

Tecidos meristemáticos

Os meristemas são tecidos cujas células encontram-se em constante multiplicação, apresentando por isso uma grande capacidade de crescimento. As células que compõem estes tecidos são indiferenciadas ou apresentam pouca diferenciação. Os meristemas podem ser primários (resultam de divisões iniciais) ou secundários (resultam de células de tecidos definitivos).

1. Meristemas Primário ou apical (parte terminal de raízes ou caules)

  • Protoderme

A protoderme corresponde à epiderme das folhas, do caule e das raízes jovens. Este tecido forma os tecidos dérmicos.

  • Meristema fundamental

O meristema fundamental corresponde aos tecidos do parênquima, colênquima e esclerênquima. Estes tecidos formam assim os tecidos de sustentação e de preenchimento.

  • Procâmbio

O procâmbio corresponde ao xilema e floema primário, dando por isso origem aos tecidos de condução.

2. Meristema Secundário ou intercalar (promove o crescimento do caule)

  • Câmbio vascular

O câmbio vascular encontra-se particularmente no centro da raiz e do caule, geralmente organizado em forma de cilindro. Este favorece o aumento dos tecidos vasculares nas espécies vegetais. Estas células apresentam inúmeros vacúolos e ribossomas.

  • Felogênio/ Câmbio súbero-felodérmico

O felogênio encontra-se em regiões periféricas do caule e da raiz, apresentando uma disposição cilíndrica exterior ao câmbio vascular. Este tecido originará a epiderme, os tecidos suberosos e alguns tecidos parenquimatosos.

Tecidos definitivos

Tecidos formados por células que possuem uma diferenciação e atingiram um estado avançado de maturação. O seu citoplasma é pouco denso e possuem um vacúolo de grandes dimensões, que pode abrangem a maior parte da célula.

1. Tecidos de condução

  • Xilema

Tecido composto por células mortas com preenchimento de lignina, o que confere a rigidez a estes vasos. As células destes tecidos tiveram origem na diferenciação das células do câmbio vascular. Este tecido encontra-se no interior das estruturas vegetais, correspondendo a vasos lenhosas que fazem o transporte da seiva bruta (água e sais minerais).

  • Floema

Tecido composto por células vivas, geralmente formando uma camada exterior ao xilema. As células destes tecidos tiveram origem na diferenciação das células do câmbio vascular. Este tecido é responsável pelo transporte de seiva elaborada (compostos orgânicos) produzida pela planta durante a fotossíntese.

2. Tecido de preenchimento e sustentação

  • Parênquima

Tecido formado por células vivas, com uma parede celular mais flexível. Este tecido encontra-se em regiões como a raiz, o caule, as folhas, as sementes e alguns frutos. O parênquima auxilia no preenchimento do órgão, na realização da fotossíntese. Este pode ainda permitir o armazenamento de água e sais minerais. Diferentes zonas e tipos de plantas podem apresentar diferentes tipos de parênquima.

  • Colênquima

Tecido formado por células vivas, apresentando alguma flexibilidade, apesar de apresentarem paredes espessas e ricas em celulose. Este tecido é externo e tem por função auxiliar na sustentação de órgãos externos como folhas e caule em crescimento.

  • Esclerênquima

Tecido formado por células mortas, muito pouco flexível, geralmente bastante rígido. Este tecido possui preenchimento em lignina, isto é, um lípido impermeável.

3. Tecido de revestimento

  • Epiderme

Tecido formado por células vivas, responsável pelo revestimento primário das espécies vegetais, encontrando-se exposto às condições ambientais. As principais funções associadas a este tecido são a proteção, absorção e trocas gasosas, possuindo estruturas que auxiliam nestas funções entre as quais se encontram nos estómatos, os acúleos, os pelos (tricomas) e os espinhos.

  • Periderme

Tecido formado pela felogene, meristema secundário, e pelo súber e a feloderme, surge como substituição da epiderme em plantas lenhosas, onde pode formar uma camada impermeável, um exemplo deste tecido é a cortiça.

Outros tipos de tecidos são os tecidos secretores, muitas vezes apenas células secretoras, estes libertam substâncias que permanecem no citoplasma e nos vacúolos ou que podem ser libertadas para o exterior. Entre essas substâncias segregadas encontram-se as hormonas, muito importantes para o desenvolvimento das espécies vegetais. Estes tecidos podem ser de muitos tipos e apresentam diferentes origens consoante a região na planta onde se desenvolvem.

1562 Visualizações 1 Total

References:

Viegas, Wanda S.; Cecílio, Leonor Morais (1998). Biologia vegetal. Universidade aberta. Lisboa, Portugal. ISBN: 972-674-235-8

Moreira, Ilídio (1993). Histologia vegetal. 3ª edição. Didática editora; Plátano editora S.A. Amadora, Portugal. ISBN: 972-650-082-6

1562 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática