Lignina

Conceito de Lignina

A lignina constitui um dos principais componentes dos tecidos de gimnospermas (por exemplo, pinheiro, sequoias, entre outros) e angiospermas (por exemplo, milho, palmeiras, magnólias, entre outros), em vegetais e tecidos vasculares. As ligninas apresentam uma grande diversidade estrutural consoante a diversidade de espécies de plantas, mas também dentro da mesma espécie. A lignina constitui cerca de 15 a 35% do peso seco da madeira. A lignina é uma substância amorfa, de natureza aromática e muito complexa, baseada em unidades fenilpropanóides, que faz parte da parede celular e da lamela média dos vegetais. Os vegetais primitivos como algas, fungos e líquenes não são lignificados. A lignina tem um papel relevante no transporte de água, nutrientes e metabolitos. É também responsável pela resistência mecânica de vegetais e protege os tecidos contra o ataque de microrganismos.

As ligninas são também classificadas nos grupos Tipo G, Tipo G-S, e Tipo H-G-S, de acordo com a constituição em unidades de p-hidroxifenila (H), guaiacila (G) e siringila (S).

2570 Visualizações 1 Total
2570 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.