Atividades lúdicas

Atividades lúdicas dizem respeito aos jogos e brincadeiras utilizados por diferentes profissionais para poder intervir eficazmente junto das crianças.

Atividades lúdicas dizem respeito aos jogos e brincadeiras utilizados por diferentes profissionais para poder intervir eficazmente junto das crianças.

Segundo Castro (2014) as atividades lúdicas são as estratégias e recursos mais utilizados por diversos profissionais, incluindo psicoterapeutas, para abordar as crianças num processo de intervenção. Esta pode ser feita através de jogos, brinquedos, desenhos, role play, isto é, interpretar papeis, entre outros (Castro, 2014).

Dados disponibilizados no portal da educação corroboram estas teorias indicando que a ludoterapia é, inclusive, a técnica mais usada por psicólogos para intervir junto de crianças, nas mais variadas situações, tais como problemas de comportamento e perturbações associadas (Portal da Educação, s.d.).

Esta estratégia é utilizada porque, a maioria das crianças gosta de brincar, seja através de métodos físicos, seja através de métodos emocionais, sendo que o importante é estimular através da parte lúdica (Castro, 2014; Portal da Educação, s.d.).

É importante compreender que a brincadeira é necessária porque é desta forma que, durante a infância, nos sentimos seguros para nos exprimirmos, n que concerne à maioria dos nossos sentimentos, sejam de raiva, ansiedade ou até impulsos agressivos (Castro, 2014).

Aspetos associados à afetividade, à interação social e ao desenvolvimento cognitivo, são também trabalhados através das atividades lúdicas (Portal da Educação, s.d.).

Os estudos indicam ainda que também é importante que não se forneça brinquedos em excesso às crianças, para que, com os disponíveis, elas possam inventar brincadeiras, com o objetivo de, através das atividades lúdicas, desenvolver tanto a personalidade como a criatividade (Castro, 2014).

“A brincadeira de faz-de-conta é uma técnica que auxilia o psicólogo entender o processo de desenvolvimento da criança” (Portal da Educação, s.d.).

Conclusão

As atividades lúdicas são extremamente importantes para o desenvolvimento da criança em todos os processos internos, isto é, cognitivos, emocionais, gestão de conflitos e de comportamentos, entre outros. Por esse motivo é comum que a maioria dos profissionais, de equipas multidisciplinares, principalmente da psicologia, recorram à brincadeira e aos jogos, para poder intervir junto das crianças, uma vez que é a principal forma de a criança se identificar com a intervenção nesta fase de desenvolvimento.

148 Visualizações 1 Total

References:

148 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.