Fertilizante

Conceito de fertilizante, as suas principais características, as suas utilizações e os componentes utilizados…

Fertilizante – conceito

Fertilizante

Fertilizante

Fertilizantes ou adubos são substâncias que quando aplicadas ao solo permitem o desenvolvimento mais rápido dos vegetais, pois pretende colmatar as falhas de nutrientes existentes nas plantas. Estes produtos podem ser orgânicos, inorgânicos ou sintéticos.

Além de aplicados ao solo, estes produtos também podem ser aplicados nas porções foliares das plantas, fornecendo assim os nutrientes (macronutrientes e micronutrientes) essenciais ao desenvolvimento das espécies vegetais.

Os fertilizantes são frequentemente utilizados na agricultura para melhorar a produtividade, assim como a qualidade dos alimentos produzidos. A sua introdução permite repor os nutrientes que foram absorvidos pelas plantas durante o seu desenvolvimento,tendo drenado o solo dessas reservas.

Nutrientes:

As plantas necessitam de nutrientes para se desenvolverem. Entre todos os nutrientes encontrados no solo, os macronutrientes são aqueles que devem ser absorvidos pelas plantas em grande quantidade, enquanto, os micronutrientes, apesar de essenciais ao desenvolvimento das plantas devem ser absorvidos em pequenas quantidades.

Os nutrientes são classificados segundo o elemento químico, no entanto, não são estes que são utilizados como fertilizantes, mas antes compostos produzidos de forma natural ou sintética que contêm os nutrientes que são necessários.

Muitos nutrientes encontraram-se em grande abundância na natureza, mas nem todos são facilmente assimilados pelas plantas, sendo por vezes necessária a sua transformação para facilitar a assimilação, no entanto, quando isso não ocorre é necessária a intervenção do ser humano para facilita-la.

Os macronutrientes mais importantes para a sobrevivencia das plantas são:

Os micronutrientes mais importantes para o desenvolvimento das plantas são:

  • boro,

  • cobalto,

  • cobre,

  • ferro,

  • manganês,

  • molibdênio,

  • zinco.

Os Fertilizantes:

Os primeiros produtos que foram utilizados para favorecer o desenvolvimento das culturas foram os excrementos dos animais, particularmente os excrementos de animais de quinta (gado bovino), pois são ricos em azoto (nitrogénio).

O guano produzidos pelas aves e morcegos são excrementos que possuem uma grande quantidade de nitrogénio e quando reunido em quantidade suficiente pode ser utilizado como um excelente fertilizante natural, no entanto, as grande quantidades que apresenta de outros compostos pode torna-lo num produto bastante poluente.

Estes primeiros fertilizantes que têm origem natural são considerados fertilizantes orgânicos, pois são compostos por substâncias orgânicas que sofreram alterações tornando-se compostos inorgânicos, sendo essas transformações responsáveis pela ação lenta destes fertilizantes.

Entre os fertilizantes naturais podem ser encontrados os fertilizantes verdes, isto é, matéria orgânica fixadora de nitrogénio que é enterrada como forma de facilitar a introdução do nitrogénio no solo, no entanto, em solos muito pobres este tipo de fertilização não é muito eficaz.

Os fertilizantes minerais são de ação mais rápida pois devido as suas características inorgânicas são mais facilmente assimilados pelas plantas, produzindo um efeito visível mais rapidamente do que os fertilizantes com origem orgânica. Com a revolução industrial e o avanço das ciências é possível produzir em laboratório os nutrientes necessários e transforma-los em fertilizantes bastante eficazes.

Os fertizantes podem também ser classificados em fertilizante simples, contendo apenas um tipo de nutriente, ou fertilizantes complexos ou multinutriente, compostos por dois ou mais nutrientes, sendo este o tipo de fertilizante com utilização mais comum.

Utilização:

Fertilizantes

Fertilizantes

Apesar de amplamente utilizados na agricultura, nem sempre os fertilizantes são necessários para o desenvolvimento das plantas. Como forma de determinar a necessidade da aplicação de fertilizantes, assim como os fertilizantes a aplicar deve ser realizado previamente um estudo ao solo que permita determinar os seus componentes e as carências que este possa apresentar.

Após a analise é possível determinar a quantidade exata, assim como o melhor fertilizante a utilizar naquele caso, evitando desperdícios e utilização excessiva ou mesmo abusiva de fertilizantes, isto é, determina-se quais as faltas nutricionais presentes no solo e apenas essas serão colmatadas. Os fertilizantes a utilizar podem encontrar-se no estado solido ou no estado liquido.

A utilização incorreta e por vezes excessiva de fertilizantes pode ter um efeito contra producente, levando a uma diminuição da produção agrícola, assim como a uma poluição do solo e possivelmente dos aquíferos que se encontram próximos.

A utilização de um determinado tipo de fertilizante pode deixar o solo mais alcalino ou mais acido, sendo muitas vezes recomendado a utilização simultânea de fertilizantes, com vista a neutralizar os efeitos que estes possam ter no solo, no entanto, esta mistura depende do tipo de solo, do seu ph e do tipo de cultura que se pretende produzir.

574 Visualizações 1 Total

References:

Trani, Paulo Espíndola (2011) Fertilizantes: cálculo de fórmulas comerciais. Campinas: Instituto Agronômico. 29p. online (Série Tecnologia APTA. Boletim Técnico IAC, 208). ISSN: 1809-7936

Lopes, A.S.; Guilherme, L.R.G.(2000) Uso eficiente de fertilizantes e corretivos agrícolas: aspectos agronômicos – 3a edição revisada e atualizada – São Paulo, ANDA, Boletim Técnico, 4

Frazão, Joaquim J.; Silva, Átila R. da; Silva, Vanderli L. da; Oliveira4, Vinícius A.; Corrêa, Rubia S. (2014). Fertilizantes nitrogenados de eficiência aumentada e ureia na cultura do milho. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental Campina Grande, PB, v.18, n.12, p.1262–1267, ISSN 1807-1929

574 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática