Efeito de estufa

Conceito de Efeito de estufa

Efeito de estufa é a designação atribuída a um fenómeno que ocorre naturalmente na atmosfera. Este fenómeno encontra-se muitas vezes associado à presença de poluição atmosférica e à destruição da camada do ozono.

O efeito de estufa corresponde a um processo físico que impede a saída da radiação infravermelha. Essa radiação permite o aquecimento normal do planeta, no entanto, ao ficar presa devido à presença de certos gases que se encontram na atmosfera, normalmente denominados por gases de efeito de estufa, provoca um aumento anormal da temperatura terrestre. O aumento da temperatura ao ponto de provocar o aquecimento global é que se torna realmente prejudicial para a existência de vida no planeta.

A radiação entra no planeta e permite o seu aquecimento, no entanto, sem a presença da atmosfera e do efeito de estufa esse calor produzido pela radiação seria perdido o que provocaria uma diminuição drástica da temperatura. A presença dessa estrutura permite a manutenção da temperatura que de outra forma não se manteria constante.

Este fenómeno é muito importante para o funcionamento do planeta, uma vez que permite manter a temperatura terrestre, esta manutenção é muito importante para a existência de água em estado liquido, assim como para a manutenção da vida à superfície da Terra.

A atmosfera:

A camada gasosa que envolve a superfície terrestre denomina-se de atmosfera e possui extrema importância para a existência de vida no planeta. Esta camada tem como principal função proteger o planeta da entrada de radiações solares e de corpos celestes.

A atmosfera apresenta um comportamento dinâmico, pois é influenciada pelos gases que são libertados, assim como pelos oceanos e pelo sol e pela superfície terrestre. Esta pode sofrer alterações que vão influenciar os seres vivos que habitam à superfície da terra. Por exemplo, a atmosfera que existia após a formação do planeta era consideravelmente diferente daquela que existe hoje.

Os seus principais constituintes da atmosfera são:

  • Oxigénio
  • Azoto
  • Vapor de água
  • Dióxido de carbono
  • Outros gases que existem em pequena quantidade (gases com efeito de estufa)

Os gases com efeito de estufa:

Os gases de efeito de estufa encontram-se naturalmente na atmosfera e contribuem para a manutenção da temperatura à superfície terrestre. Estes gases impedem a saída da radiação para o espaço, impedindo que o planeta perca calor.

Os gases considerados gases de efeito de estufa são:

  • Vapor de água – principal responsável pela manutenção de um efeito de estufa natural. A radiação solar é reflectida pelas gotas de água presente na atmosfera acabando por retornar à superfície terrestre favorecendo o aumento da temperatura.
  • Dióxido de carbono – principal gás produzido pelas actividades do ser humano, apesar de existir naturalmente na atmosfera terrestre, as concentrações deste gás têm vindo a aumentar provocando um maior efeito de estufa do que o normal.
  • Metano – muito importante para a produção de um maior efeito de estufa do que o que surgiria naturalmente. Apesar de se tratar de um gás que se encontra normalmente na atmosfera, grande parte da sua concentração deve-se às emissões produzidas pelo ser humano. Este gás é produzido maioritariamente por bactérias decompositoras anaeróbicas.
  • Oxido nitroso – libertado naturalmente pelos oceanos e pelas florestas e pelas bactérias que habitam os solos. O ser humano usa diversos fertilizantes que possuem nitrogénio como principal componente o que provoca o aumento da libertação de óxido nitroso, provocando um aumento do efeito de estufa. As combustões também podem aumentar a libertação destes gases.
  • Gases fluoretados – correspondem a gases que não se produzem de forma natural. Estes gases foram produzidos pelo ser humano para serem usados na indústria, por exemplo como gases de refrigeração (hidrofluorcarbonetos, hexafluoreto de enxofre, perfluorocarbono, clorofluorocarbonos…). Apesar de a sua emissão ser baixa, a sua capacidade de captar calor é muito superior à dos gases produzidos naturalmente, provocando assim um aumento exponencial do efeito de estufa.

O efeito de estufa:

O fenómeno do efeito de estufa ocorre devido à presença de gases com efeito de estufa na atmosfera. Estes gases formam uma estrutura que envolve o planeta, assemelhando-se a um cobertor que impede a diminuição da temperatura.

Tal como um cobertor numa noite mais fria, esta estrutura mantém o planeta quente, no entanto, se forem acrescentados mais cobertores (gases com efeito de estufa) do que os necessários, a concentração de calor causada por estes pode tornar-se insuportável.

As actividades praticadas pelo homem produzem gases de efeito de estufa que desequilibram as concentrações destes gases na atmosfera produzindo um maior efeito de estufa do que o que ocorre de forma normal. A agricultura intensiva, os gases libertados pelos automóveis, as actividades industriais e os resíduos produzidos pelo ser humano são algumas das actividades que produzem gases de efeito de estufa, em particular o dióxido de carbono e o metano.

Este desequilíbrio que ocorre na atmosfera não depende unicamente da poluição provocada por um país, trata-se de um processo global que abrange não só os países que provocam a poluição, pois todos os países sofrem o seu efeito independentemente do nível de poluição que possam ter provocado.

Se as emissões dos gases de efeito de estufa continuarem a ocorrer no mesmo nível que ocorrem presentemente, o efeito de estufa aumentará, causando um aumento da temperatura do planeta.

O esforço para diminuir as emissões dos gases com efeito de estufa, assim como para mitigar os efeitos que estas provocam tem sido desenvolvido por muitos países devido à implantação de vários instrumentos legais (criação de legislação contra a emissão de poluentes) e práticos, assim como a assinatura de vários acordos internacionais.

Palavras-chave:

  • Aquecimento global
  • Atmosfera
  • Gases com efeito de estufa
  • Camada do ozono
1368 Visualizações 1 Total

References:

Garcia, Ricardo (2014). Concentração de CO2 sofreu maior aumento anual dos últimos 30 anos. Publico, Consultado em: Outubro 31, 2015, em  http://www.publico.pt/ecosfera/noticia/novo-recorde-de-gases-com-efeito-de-estufa-em-2013-1669069

(2005) Efeito de estufa. Portal do ambiente e do cidadão. Departamento de Ambiente e Qualidade de Vida – Câmara Municipal da Maia. Consultado em: Outubro 31, 2015, em http://www.ambiente.maiadigital.pt/ambiente/ar/mais-informacao-1/sobre-a-qualidade-do-ar-1/ar-ambiente-1/efeito-de-estufa

 

1368 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.