Pesticida

Conceito de pesticida, as principais características e os problemas que podem causar ao ambiente…

Pesticida – conceito

Pesticida

Pesticida

Pesticida é uma substância ou um conjunto de substâncias que possui o propósito de destruir, reprimir ou impedir a ocorrência de pragas nas culturas agrícolas. Os pesticidas são utilizados em todos os tipos de pragas, sejam elas causadas por animais (insectos, moluscos, pássaros…), microorganismos (micróbios) ou por plantas, geralmente designadas por ervas daninhas.

O controlo de pragas é uma pratica comum ao longo dos séculos, tendo sido utilizadas diversas técnicas para prevenir a destruição dos campos agrícolas, mas com o desenvolvimento dos conhecimentos científicos surgiram substâncias que passaram a ser utilizadas pelos agricultores como forma de matar ou afugentar os seres indesejados.

No entanto, a sua venda e utilização tem que ser aprovada pelo governo do país, sendo os agricultores obrigados a ter uma licença para a aquisição de determinados pesticidas, enquanto o uso de outros pesticidas estão mesmo proibidos por lei.

A evolução dos pesticidas tem vindo a ocorrer há centenas, se não mesmo milhares de anos. O primeiro dos pesticidas utilizados foi o enxofre, tendo este sido seguido de muitos outros produtos bastante tóxicos obtidos através de outros seres vivos como por exemplo a nicotina extraída das folhas de tabaco.

No ano 1939 Paul Müller descobriu um novo pesticida (insecticida) designado por DDT. O DDT (diclorodifeniltricloroetano) é um dos pesticidas mais eficazes e foi utilizado pelos agricultores durante muitos anos até que os seus efeitos nefastos para a saúde dos seres vivos (tanto animais como o ser humano) foi descoberto. Atualmente o seu uso é proibida em diversos países, como medida para salvaguardar a biodiversidade e proteger o ambiente.

Os pesticidas são geralmente específicos para o tipo de praga que vão combater, o que não impede que de alguma forma afetem outros seres vivos com que entrem em contacto. Por exemplo, existem acaricidas (ácaros), fungicidas (fungos), herbicidas (ervas daninhas), entre muitos outros.

Tipos de Pesticidas:

Praga

Praga

  • Quimicos

Os pesticidas são geralmente um conjunto de substâncias químicas que repelem ou matam insectos e outras pragas que destroem as culturas, ou que de alguma forma incomodam o ser humano. Estas substância não são necessariamente venenos, no entanto, as primeiras substâncias a ser utilizadas eram bastante tóxicas para o ambiente.

A natureza do pesticida pode variar tendo na sua base produtos orgânicos (como cloratos, fosfatos….), produtos inorgânicos (como arsénio, nitrogénio…) ou ainda produtos de origem botânicos (como nicotina, rotenona).

  • Biológicos

Os pesticidas biológicos não são o tipo de substâncias que normalmente se associam a pesticidas. Com o avanço dos conhecimentos técnicos e dos conhecimentos do ambiente os cientistas perceberam que poderiam utilizar alguns organismos para realizar o controlo de pragas, assim como introduzir nas próprias plantas genes que lhes davam resistência às pragas.

Assim surgiram os pesticidas biológicos que têm por base seres vivos ou vírus. Estes são considerados agentes biológicos, sendo que os vírus e as bactérias permitem a introdução de resistência genéticas nas culturas.

Problemas:

praga

praga

Inicialmente a utilização de pesticidas não demonstrou qualquer problema para o ambiente, tendo levado os agricultores a aumentar o seu uso para obterem maior eficácia, no entanto, a acumulação e a utilização excessiva de pesticidas veio provocar graves problemas ao ambiente, acabando por ser necessária a regulação do seu uso pelos vários governos nos diversos países que os utilizam.

Como foi mencionado anteriormente o DDT é um dos pesticidas mais tóxicos e a sua utilização permitiu que este entrasse nas cadeias alimentares provocando a sua acumulação, pois os seres vivos que se alimentavam dos insetos mortos por este produto acumulavam no seu organismo a toxina, que era passada de nível trófico para nível trófico até que atingiu o ser humano, causando intoxicações alimentares ou mesmo a morte dos indivíduos.

A morte de seres vivos através de pesticidas vem provocar uma desregulação nos ecossistemas naturais, destruindo muitas vezes cadeias tróficas, e matando indiretamente outros seres vivos que dependiam das pragas para viver, algo que não ocorre necessariamente com os pesticidas Biológicos.

A sua utilização excessiva pode ter um efeito contrário ao pretendido, pois os seres vivos que este produto afete possuem uma elevada taxa de reprodução e quando afetados constantemente pelo pesticida podem criar resistência, forçando assim os agricultores a utilizarem pesticidas cada vez mais fortes, o que irá afetar o ambiente.

Os pesticidas, quando utilizados em grandes quantidades, podem causar a desertificação ao destruir a camada herbácea que fixa o solo, contribuindo para o aumento da erosão, ao mesmo tempo que se podem infiltrar no subsolo contaminando os lençóis freático e consequentemente os rios que estes lençóis alimentam.

Apesar de terem elevados benefícios para os agricultores a utilização destes produtos deve ser cuidada e consciente, pois os problemas que eles podem causar na natureza são inúmeros e não afetam apenas os seres vivos com que entram em contacto, podendo mesmo afetar os seres humanos de forma direta e indireta, causando graves problemas como dificuldades respiratórias e até cancros.

1321 Visualizações 1 Total

References:

(2017). Pesticides. European commission. Consultado em: Dezembro 30, 2017, em https://ec.europa.eu/food/plant/pesticides_en

(2017)Pesticides.National Institute of Environmental Health Sciences. U.S. Department of Health and Human Services USA government Consultado em: Dezembro 30, 2017, em https://www.niehs.nih.gov/health/topics/agents/pesticides/index.cfm

Aktar, M. W., Sengupta, D., & Chowdhury, A. (2009). Impact of pesticides use in agriculture: their benefits and hazards. Interdisciplinary Toxicology, 2(1), 1–12. Consultado em: Dezembro 30, 2017, em https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2984095/

1321 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática