Correntes Marítimas

Definição do conceito de corrente marítima, as suas principais características, os fatores que as influenciam, assim como os seus efeitos…

Correntes Marítimas – conceito

correntes
correntes

Correntes marítimas correspondem a movimentações horizontais e continuas de massas de água devido ao efeito do vento, das mares, da gravidade e da densidade da água. As correntes marítimas ocorrem como o nome indica, nas regiões marítimas, variando consoante o mar onde ocorrem pelas razões apresentadas inicialmente.

As correntes marítimas podem percorrer milhares de quilómetros, podendo afetar as linhas de costa. O degelo dos pólos tem vindo a afetar as correntes marítimas, pois água fria e doce tem se misturado com água mais quente e salgada o que leva a alterações das correntes, em particular, a corrente do Golfo.

Estas correntes podem dividir-se em correntes frias e correntes quentes, sendo que as correntes frias vêm geralmente das regiões polares e as correntes quentes formam-se perto dos trópicos, no entanto, estas correntes por vezes misturam-se sendo responsáveis pelos ciclos do planeta. Da mesma forma que é possível cartografar os ventos, também as correntes podem ser cartografadas levando à criação de mapas de correntes.

Fatores que influenciam as correntes:

As correntes marítimas são influenciadas por vários fatores, entre eles encontram-se as subidas e descidas das mares. Estas correntes tornam-se mais fortes perto das áreas de costa, em estuários ou mesmo baías. As correntes influenciadas pelas mares sofrem alterações regulares e previsíveis, pois as mares são influenciadas de forma constante.

O vento é uma das grandes influencias das correntes, muitos naufrágios ocorreram devido aos ventos contrários que surgem em alto mar. A energia emitida pela radiação solar afeta a deslocação dos ventos, afetando assim a circulação global das correntes.

As correntes provocadas pelos ventos são mais superficiais, sendo que a água deslocada encontra-se à superfície do oceano. Os ventos influencia a ocorrência de upwellings (afloramento), isto é, águas mais profundas são deslocadas para a superfície trazendo com elas muitos dos nutrientes que se encontravam em profundidade, favorecendo a produtividade primaria da região.

Quando água com diferentes densidades seja devido à quantidade de sal existente, seja pela temperatura da água, esta não se mistura, o que leva a mais densa a submergir, enquanto que a menos densa mantém-se à superfície. Estas correntes são mais lentas que as descritas anteriormente, mas podem causar remoinhos que levam ao afundamento de barcos, da mesma forma que os ventos contrários.

Efeitos das correntes:

correntes

correntes

As correntes influenciam a produtividade marinha, particularmente através dos upwellings ou afloramentos costeiros, que permitem recuperar nutrientes que se depositaram no fundo marinho e favorece o crescimento de peixes, pois ocorre um crescimento exponencial das algas, formando por vezes blooms.

As formações de blooms pode ser positiva ou negativa consoante o tipo de alga que se desenvolve, o desenvolvimento de algas e fitoplâncton permite a alimentação de peixes e a continuação de uma cadeia alimentar saudável. No entanto, o crescimento excessivo de algas tóxicas, por vários motivos, pode matar uma grande número de seres vivos, acabando por entrar na cadeia trófica e chegar ao ser humano levando à ocorrência de intoxicações alimentares graves.

As correntes sendo frias ou quentes podem afetar os ecossistemas tanto marinhos como terrestres. Por exemplo, uma corrente quente que de repente começa a arrefecer pode levar ao desaparecimento de ecossistemas aquáticos de água quente. O mesmo se verifica para o nível de salinidade, um ecossistema que apesar de salino não está preparado para um aumento drásticos de salinidade, pode acabar por ser destruido devido a esse aumento.

As correntes quentes deslocam-se dos trópicos para as regiões polares, para onde levam o calor e fazem a sua transferência, arrefecendo a corrente, que volta de descer agora como corrente fria, em direção aos pólos levando água com temperaturas mais baixas, influenciando também o clima global do planeta.

As correntes são de grande importância para a vida dos seres vivos, por essa razão diversos cientistas dedicam as suas vidas e os seus trabalhos a estuda-las tentando proteger o ambiente e facultar mais informação sobre o seu funcionamento, há ainda muito por descobrir.

784 Visualizações 1 Total

References:

(2018) What is a current? NOAA. National Ocean Service. Consultado em: Junho 30, 2018, em https://oceanservice.noaa.gov/facts/current.html

(2011) Ocean currents. NOAA. National Oceanic and Atmospheric Administration. U. S. Department of Commerce. Consultado em: Junho 30, 2018, em http://www.noaa.gov/resource-collections/ocean-currents

Gordon, Arnold L.; Cenedese, Claudia (2018). Ocean current. Encyclopædia Britannica, inc. Consultado em: Junho 30, 2018, em https://www.britannica.com/science/ocean-current,

784 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática