Oleiros, Portugal

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da cidade e município de Oleiros

Oleiros é um município português localizado no distrito de Castelo Branco, na região do Centro e sub-região da Beira Baixa. É um município com 5 205 habitantes, de acordo com os censos de 2011, com dez freguesias em 471,09 km². O município é limitado a norte pelo Fundão, a leste por Castelo Branco, a sul por Proença-a-Nova, a sudoeste pela Sertã e a noroeste por Pampilhosa da Serra.

As dez freguesias do concelho de Oleiros são Álvaro, Cambas, Estreito – Vilar Barroco, Isna, Madeirã, Mosteiro, Oleiros – Amieira, Orvalho, Sarnadas de São Simão e Sobral.

História

Em termos etimológicos o termo “Oleiros” deriva da palavra latina ollarium, que significa “o fabricante ou negociante de panelas de barro”, apesar de não existirem resquícios na existência de oficinas artesanais, existindo, ainda assim, abundância em espécies de barro.

A 13 de junho de 1194 D. Sancho I e a sua esposa rainha D. Dulce doaram a D. Afonso Pelágio, Prior dos Hospitalários, uma terra à qual deu o nome de Belueer (Belver), além de vários domínios territoriais nas duas margens do Tejo, entre os quais se incluía Oleiros. Passado alguns anos esses territórios foram integrados no Grão-Priorado da Ordem do Hospital, com sede na vila do Crato.

A 6 de dezembro de 1232 D. Mendo Gonçalves concede foral à vila oleirense. Mais tarde, a 20 de outubro de 1513, D. Manuel I renova o foral.

Património edificado

O património deste concelho do distrito de Castelo Branco é muito rico e inclui:

  • Capela da Misericórdia de Álvaro
  • Igreja Matriz de Oleiros
  • Capela de Nossa Senhora Mãe dos Homens
  • Igreja da Misericórdia de Oleiros
  • Santuário do Cristo-Rei, no alto das Sesmarias (réplica do Santuário do Cristo Rei em Almada)

Gastronomia

A gastronomia tradicional de Oleiros é marcada pelo cabrito estonado à moda de Oleiros, que é o prato por excelência. Pode ainda provar o maranho, as tigeladas e as filhós. Destaca-se ainda o vinho calum, que é cultivado em algumas freguesias ao longo das margens da ribeira da Sertã.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou o seguinte Protocolo de Geminação:

  • St. Doulchard (França)

Brasão da cidade

Oleiros

O brasão da cidade é um escudo de azul, com a cruz de Malta prateada carregada no cruzamento por um ramo de três ouriços de castanheiro em ouro, abertos de vermelho, folhados e traçados de verde. Em contra-chefe, três faixas ordenadas por três peixes de prata realçados de negro. A coroa mural é de prata de quatro torres e o listel é branco com os dizeres CONCELHO DE OLEIROS a negro.

Municípios do Distrito de Castelo Branco

Belmonte Castelo Branco Covilhã Fundão
Idanha-a-Nova Oleiros Penamacor Proença-a-Nova
Sertã Vila de Rei Vila Velha de Ródão
202 Visualizações 1 Total
202 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.