Reserva Natural

Uma reserva natural é uma área protegida com importância para a fauna, flora e/ou com características de interesse geológico especial, sendo que estas áreas são geridas com vista à conservação e oferecem oportunidades especiais para o estudo ou investigação científica. A definição destas áreas protegidas tem como objetivo conservar e proteger a vida selvagem e características geológicas. As reservas naturais podem ser sugeridas por instituições governamentais ou instituições privadas, como instituições de pesquisa.

A criação de locais reservados aos animais é uma prática já presente na Antiguidade, sendo que, maioritariamente, estes espaços tinham uma conotação religiosa subjacente. A primeira reserva natural moderna foi criada em 1821 pelo naturalista e explorador Charles Waterton, em torno da sua propriedade nos EUA. Já a primeira grande reserva natural consistiu na criação do primeiro parque nacional do mundo – Parque Nacional de Yellowstone, nos EUA.

Em Portugal Continental estão classificadas 9 áreas como Reservas Naturais:

Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António: foi a primeira área protegida criada em Portugal, logo após o 25 de Abril (27 de Março de 1975), com o objectivo de proteger a zona húmida envolvente do estuário do rio Guadiana; inclui sapais, salinas, pastagens e esteiros; nesta local prosperam várias espécies de moluscos e peixes é o local de nidificação de várias aves migratórias.

Dunas de São Jacinto: fica situada no extremo da península que se estende entre Ovar e a povoação de São Jacinto, Aveiro; foi criada em 1979 e faz parte da Zona de Proteção Especial da Ria de Aveiro.

Serra da Malcata: situa-se entre a vila de Penamacor e a cidade do Sabugal, junto à fronteira com Espanha; foi criada em 1981 para servir de santuário ao lince-ibérico, o felino mais ameaçado do mundo.

Paul de Arzila: habitat característico do baixo Mondego, sendo que a sua classificação como área protegida se deve essencialmente à sua importância ornitológica.

Berlengas: pequeno arquipélago situado a cerca de 10/15 km a oeste de Peniche; muito rica em biodiversidade aquática e avifauna, sendo um dos locais mais importante para nidificação de aves na Península Ibérica.

Paul do Boquilobo: localizada entre a confluência do rio Almonda e rio Tejo, ao longo da junção dos concelhos de Torres Novas e Golegã; zona húmida com grande importância para a avifauna.

Estuário do Tejo: é a maior zona húmida de Portugal, sendo composta por cerca de dois terços de águas estuarinas e abrange território pertencente aos concelhos de Alcochete, Benavente e Vila Franca de Xira.

Estuário do Sado: estende-se por território pertencente aos concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Palmela e Setúbal; é um local importante para a nidificação, repouso e passagem do Inverno para diversas espécies de aves.

Lagoas de Santo André e da Sancha: área protegida mais recente, criada em 2000; sistema lagunar costeiro de relevante importância biológica, possuindo algumas espécies endémicas.

Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha

Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha

1552 Visualizações 1 Total

References:

  • Cunha R., Cabrita A. e Henriques P. C. (2007) Parques e Reservas Naturais de Portugal. Verbo: Lisboa
  • Visão (2011). Guia dos Rios e Barragens de Portugal, Guadiana/Alqueva.
1552 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.