Ria de Aveiro

Apresentação da Ria de Aveiro: localização geográfica, evolução histórica e características desta laguna de uma beleza natural única

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

A Ria de Aveiro corresponde ao estuário do rio Vouga. Estende-se pelo interior do território português, paralelamente ao mar, ao longo de 45 quilómetros e a uma largura máxima de 11 quilómetros. Encontra-se no sentido este-oeste de Ovar a Mira. Desta zona constam Aveiro, Ílhavo, Gafanha da Nazaré, Estarreja, Ovar, Murtosa, Vagos e Mira

A ria é uma lagoa costeira de baixa profundidade e extensas zonas entre marés. A profundidade média é de cerca de um metro e a profundidade máxima entre os quatro e os sete metros. A comunicação com o oceano Atlântico acontece através do canal da Barra. No total a ria de Aveiro abarca 11 mil hectares, dos quais seis mil estão permanentemente alagados. Nela desaguam os rios Vouga, Antuã, Boco e Fontão. 

História da Ria de Aveiro

A ria não existia há cerca de 10 séculos. O rio desaguava diretamente no oceano. Resultado do recuo do mar, formaram-se cordões litorais que, a partir do século XVI, formaram uma laguna. 

Com o passar dos anos a localização da Barra foi variando entre Torreira e Mira e existiram períodos em que a lagoa estava completamente isolada do oceano. A atual Barra foi construída em 1808, fixada por dois molhes. 

A ria foi-se tornando o  coração da cidade de Aveiro, sendo um dos principais elementos identitários da cidade. 

Ria de Aveiro_moliceiro

Características 

A ria pode ser dividida em três zonas:

  1. Zona sul: inclui os canais de Ílhavo e Mira, com sete e 14 quilómetros de comprimento e 200 e 300 metros de largura máxima, respetivamente;
  2. Zona norte: integra o Canal de S. Jacinto-Ovar, com 25 quilómetros de comprimento; 
  3. Ria Murtosa: tem uma geografia complexa e termina em frente à foz do rio Antuã.

Com uma grande biodiversidade, a fauna e flora da região é de grande importância. As aves migratórias podem ser facilmente observadas, como por exemplo garças e flamingos. Rica em peixes e aves aquáticas, este local tem grandes planos de água que são muito procurados para a prática de desportos náuticos, como windsurf ou kitesurf. 

Além disso, a ria é um local de grande atratividade turística, nomeadamente através dos barcos moliceiros. Em 2019 iniciou a circulação de um moliceiro elétrico na ria de Aveiro. Prevê-se que no prazo de dois anos todos os moliceiros a circular na ria sejam elétricos.

39 Visualizações 1 Total
39 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.