Comportamentos aditivos

Comportamentos aditivos são considerados os que se caracterizam pelo abuso de substancias de forma dependente e com consequências negativas para o indivíduo.

Comportamentos aditivos são considerados os que se caracterizam pelo abuso de substancias de forma dependente e com consequências negativas para o indivíduo.

Segundo os estudos de Fonte (2007) os comportamentos aditivos relacionam-se com questões ligadas ao consumo e abuso de droga e de toxicodependência que levam à necessidade de encontrar novas e melhores estratégias de intervenção.

Os comportamentos aditivos, do ponto de vista da toxicodependência mostram-se como perturbações mentais com quadros clínicos associados a sintomas próprios da perturbação e que, quase invariavelmente, provocam dependência tanto física como psicológica (Fonte, 2007). Uma das primeiras coisas a fazer quando se trata da intervenção junto de indivíduos que adotam comportamentos aditivos, é fazer uma avaliação no que diz respeito ao cenário de envolvimento dos mesmos acerca dos consumos de substâncias (Fonte, 2007).

É perceptível, ao analisar indivíduos que adotam este tipo de comportamento, que poderá haver mais do que uma forma de consumir, ou seja, o consumo de drogas é variável e, muito frequentemente, vai aumentando com o tempo, contudo, devemos fazer a ressalva que, apesar de muito frequente, o aumento da dosagem no abuso de consumo, nem sempre é a realidade (Fonte, 2007).

Alguns tipos de droga como por exemplo, o crack, poderão passar por diferentes fases de consumo até chegar ao uso compulsivo e de dependência, gerando comportamentos aditivos e, por esse motivo, necessários de gerir para que se possa, através de estratégias adequadas, controlar (Chaves, Sanchez, Ribeiro, & Nappo, 2011).

Fonte (2007) indica também que a personalidade dos indivíduos que adotam comportamentos aditivos, também parece ser um fator importante no que diz respeito à influência de diferentes variáveis para o consumo.

Outros autores encontram mais variáveis além da personalidade, tais como a violência familiar, comportamentos sexuais desajustados, insegurança populacional, entre outros, que podem influenciar significativamente o enveredar por comportamentos aditivos (Chaves, Sanchez, Ribeiro, & Nappo, 2011).

Conclusão

Os comportamentos aditivos podem ser originados por fatores internos, características de personalidade, fatores externos, como violência e abusos de substâncias, ou ambos. Normalmente o consumo é feito por fases, começando por pequenas doses e podendo aumentar com a dependência física e psicológica a que o indivíduo fica sujeito, o que significa que é necessário avaliar o grau de dependência para fazer uma intervenção adequada.

149 Visualizações 1 Total

References:

  • Chavez, T.V, Sanchez, Z.M, Ribeiro, L.A, & Nappo, S.A. (2011). Fissura por crack: comportamentos e estratégias de usuários e ex-usuários. Disponível em https://www.scielosp.org/article/rsp/2011.v45n6/1168-1175/
  • Fonte, C. (2007). O CONSUMO DE DROGAS E COMPORTAMENTOS ADITIVOS: ALGUNS MODELOS TEÓRICO-EXPLICATIVOS.

 

149 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.