Anúbis

Anúbis é uma das divindades da mitologia egípcia. Era cultuado como o deus dos mortos e da mumificação.

Anúbis é uma divindade pertencente à mitologia egípcia. Era filho de Osíris, deus da terra, e de Néftis, deusa da noite. Foi cultuado pelos egípcios antigos como deus dos mortos. Era responsável por guiar e conduzir as almas dos que desciam ao submundo. Era sempre representado com uma cabeça de chacal e corpo de homem.

O deus Anúbis recebeu outros títulos e simbologias. Foi sempre associado pelos egípcios à mumificação, além ser comumente ligado à proteção das pirâmides. Isso se deve ao fato de que as tumbas dos grandes faraós eram as pirâmides. Para os egípcios antigos, seu nome era Inpu, Anup, Anpu ou Ienpw.

O Livro das Pirâmides é a menção mais antiga ao deus, com associação direta aos rituais funerários do faraó. Nessa época, durante o Império Antigo, era cultuado como a divindade dos mortos mais importante. Durante o Médio Império, contudo, Osíris tornou-se o deus primordial do submundo. Anúbis ficou responsável por tarefas menores, como o preparo do corpo para a mumificação.

A mitologia egípcia aponta que os antigos egípcios acreditavam que após a morte havia um julgamento. Nesse julgamento, o coração da pessoa morta era pesado em uma balança, junto com a Pena da Verdade, pertencente a Maat, esposa de Toth e deusa da verdade.

Se o coração fosse mais pesado que a pena, um demônio chamado Ammit devorava o morto. Caso a pena pesasse mais que o órgão, a alma ganhava acesso ao paraíso ou ganhava o direito de voltar ao corpo. Anúbis era quem conduzia as almas que ganhavam acesso ao paraíso. Por isso antes de mumificar os corpos, os órgãos eram retirados do corpo e guardados em jarros.

Anúbis e a mumificação

A primeira múmia do Egito Antigo teria sido Osíris. Após ser despedaçado por Seth, seu corpo foi embalsamado por Anúbis, que ganhou a posição de deus do embalsamento e mumificação. Os sacerdotes da divindade eram obrigados a usar máscaras de chacais enquanto estivessem em um ritual de mumificação.

Anúbis está entre as mais antigas divindades do Egito Antigo. De acordo com as narrativas da mitologia egípcia, seu papel e simbologia foram se transformando à medida que os mitos evoluíam. Abdicou da posição de deus dos mortos para que o pai, Osíris, assumisse esse papel. Como juiz dos mortos, Anúbis era quem realizava a pesagem do coração.

O motivo de a representação iconográfica de Anúbis ser com a cabeça de um cão ou chacal é incerta. Há teorias que isso se deve ao grande número de cães que perambulam por cemitérios. A cor preta do deus está ligada à cor dos corpos embalsamados. Egiptólogos não sabem ao certo qual animal ele era realmente, se um chacal ou se um cão. As cidades em que Anúbis era cultuado estavam repletas de cemitérios dedicados a cães.

anubis

642 Visualizações 1 Total

References:

https://www.britannica.com/topic/Anubis

642 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.