Otis tarda (Abetarda)

Apresentação da Abetarda, uma ave de grandes dimensões e é uma das espécies mais características do Alentejo.

abetarda

Abetarda (Fonte: Website da Herdade da Ventosa)

A abetarda (Otis tarda) é uma ave da família Otididae, característica da paisagem alentejana. É uma ave de grandes dimensões, sendo que, o comprimento do macho pode variar entre os 90-105 cm e o da fêmea pode variar entre os 75-85 cm.

Ambos os sexos apresentam cabeça e pescoço cinzento, e o dorso, asas e cauda castanhos, com listas pretas e brancas. Apresenta patas longas de cor cinzenta.

Na Primavera, o macho levanta a cauda durante a corte nupcial e exibe-se em grupo para as fêmeas, em áreas destinadas a esse efeito. Depois do acasalamento, as fêmeas tratam sozinhas da prole.

As crias

As abetardas fazem os ninhos numa cova no solo (pode estar escondida entre as ervas) e o período de incubação é de 25-28 dias. A postura (ovos/prole) é de cerca de dois a três ovos cinzento-esverdeados com manchas castanhas. Esta espécie realiza uma postura por ano, entre Abril e Junho. As crias apresentam penugem, são activas e efectuam o seu primeiro voo aos 28 dias.

Como vivem

As abetardas são aves características de ambientes estepários. Possuem um pescoço comprido e pernas altas que lhes permitem ter maior visibilidade entre as plantas da estepe. Deslocam-se lentamente e raramente voam.

São normalmente animais gregários, dado que, vivem em grupos que podem atingir cerca de vinte indivíduos. No entanto, são animais elusivos, escondem-se e não são fáceis de observar. Possuem uma dieta omnívora. Alimentam-se de plantas, insectos e outros animais de pequenas dimensões.

A abetarda é residente (distribuição geográfica anual) na Península Ibérica, região Oriental da Alemanha, Polónia, Hungria, Áustria, a região que compreende a ex-Jugoslávia, República Checa e Eslováquia.

Estatuto de conservação – Vulnerável

Infelizmente, esta espécie necessita de medidas activas de conservação. Está classificada com estatuto de conservação ‘vulnerável’ na lista vermelha da ‘IUCN – International Union for Conservation of Nature’.

A sua distribuição atingiu o apogeu no século XVIII devido ao abate de florestas, no entanto, entrou em declínio nas últimas décadas, devido à caça e à conversão de pastagens em terrenos agrícolas.

Apesar das populações na Península Ibérica terem estabilizado e, em certos casos, até aumentado o número de efectivos, a fragmentação, a degradação de habitat e, principalmente, a caça, têm sido factores de elevado impacto nas populações de abetarda. A caça na Ásia Central tem levado a taxas elevadas de mortalidade entre aves adultas e a reconversão no uso da terra na Europa Oriental, Rússia e Ásia Central, têm contribuído para o declínio das suas populações.

Sem medidas activas de conservação, será esperado que as populações de abetarda continuem a diminuir nas próximas três gerações.

2667 Visualizações 1 Total

References:

  • BirdLife International 2013. Otis tarda. The IUCN Red List of Threatened Species. Version 2015.2. <www.iucnredlist.org>. Download em 19 August 2015.
  • Gooders, John. (2003). Guia de campo das aves de Portugal e da Europa. Temas e debates, 4ª Edição.
  • Bruun, Bertel. (1993). AVES de Portugal e Europa. FAPAS.
2667 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática