Nazaré (Portugal)

Apresentação da vila da Nazaré e do seu concelho: caracterização sócio-económica, histórica, heráldica, património histórico, edificado e património natural.

Nazaré é uma vila portuguesa e sede de concelho pertencente ao distrito de Leiria localizada na região Centro e sub-região do Oeste. Segundo os Censos de 2011, a vila de Nazaré conta com 9.788 pessoas e o município conta com uma área de 82,43 km² e tem uma população de 15.158 habitantes num total de 3 freguesias, a saber: Famalicão, Nazaré e Valado dos Frades. Faz fronteira com o concelho de Alcobaça e com o Oceano Atlântico.

 

Fotografado no local de carga dos ascensores, 04-07-05

Fotografado no local de carga dos ascensores, 04-07-05

História da vila:

O território ao qual pertence actualmente o concelho da Nazaré foi até 1912 designado como Pederneira. A este concelho foi concedido foral em 1514, por D. Manuel I e integrou os coutos de Alcobaça. Durante o período dos Descobrimentos portugueses, a Pederneira teve um dos mais activos estaleiros navais do reino. Daí saíram muitas naus e caravelas, foram escoadas muitas mercadorias e madeiras do Pinhal do Rei e que seguiam para a capital ou para além-mar. Nos finais de setecentos assiste-se a uma decadência da Pederneira devido ao desenvolvimento do sítio, que até à altura era um local de difícil acesso, e devido ao afastamento do mar e o aparecimento da praia. O povoamento do sítio esteve bastante ligado a condições naturais e também a condições religiosas. Aliás, o topónimo Nazaré está associado a uma Lenda sobre uma imagem da Virgem oriunda de Nazareth, na Palestina, e que esteve escondida durante séculos no Sítio e ao milagre da Virgem ao cavaleiro D. Fuas Roupinho, em 1182. Com a criação e instalação do elevador mecânico em 1889, este local passará a ser ainda mais visitado por romeiros e por peregrinos.

O aparecimento da praia da Nazaré, propriamente dito, é relativamente recente. A zona que hoje é ocupada pelas casas, era na época um território ocupado por dunas e pela foz do rio Alcoa, pois os pescadores locais tinham as suas casas nas partes altas devido aos constantes ataques piratas. As primeiras referências sobre a ocupação e sobre a pesca na praia surgem apenas em 1643. Mas é só nos inícios de oitocentos, depois das invasões francesas que, de facto, se começam a criar condições de segurança para que a população se começasse a fixar no areal. Apesar de durante o século XX a pesca, a transformação do pescado e a sua venda terem sido as principais actividades da população é ainda durante  este  século que se assiste a uma mudança na vila. A vila piscatória passa a ser uma vila dedicada cada vez mais ao turismo. Na década de 60, devido ao Turismo a vila da Nazaré passou a ser reconhecida internacionalmente.

Ainda hoje existe na Nazaré marcas dos tempos idos. O actual bairro da Pederneira, mantém ainda o edifício dos antigos Paços do Concelho, o Pelourinho, a Igreja Matriz e a Igreja da Misericórdia. E ainda é mantida por algumas mulheres da terra a tradição nazarena das sete saias. A explicação para o uso das sete saias não é consensual. No entanto, diz-se estar associada à fauna marítima. As setes saias usadas pelas mulheres, a camisa de flanela e o barrete preto usados pelos homens atraíram desde sempre grandes nomes da pintura e da fotografia, durante os anos 50 e 60. Estes representaram em suas obras a vida quotidiana e as tradições daquelas gentes. Actualmente a Nazaré é também reconhecida pelo recorde mundial da maior onda já surfada: 30 metros, por Garrett McNamara.

filmers-at-large-nazare-empty

Património Natural e Edificado:

No que toca ao Património Edificado do concelho de Nazaré é dado relevo ao religioso com um conjunto de Edifícios que importa destacar: Igreja de São Gião, a Capela de Nossa Senhora dos Anjos, a Igreja de Nossa Senhora da Nazaré, a Igreja da Misericórdia da Pederneira e a Capela de Nossa Senhora da Nazaré. O Forte de São Miguel Arcanjo é, também, uma infra-estrutura de relevo que, ao longo destes anos, ganhou destaque por ser um local privilegiado para visualização das ondas gigantes. A Casa-Museu do Pescador e o Museu Dr. Joaquim Manso são dois edifícios de interesse cultural que convém destacar na Nazaré. No que toca ao património Natural e como é óbvio, as praias com as suas ondas gigantes são o maior destaque do concelho.

brasão nazareBrasão da Vila:

O Brasão da Vila de Nazaré tem um Escudo verde, com uma torre coberta e rematada por uma cruz, tudo de prata, aberta e iluminada de vermelho, assente num cômoro de sua cor, realçado de negro e de verde, cortado por três faixas ondadas, duas de prata e uma de verde, na qual assentam dois golfinhos afrontados de ouro, realçados de negro, com as caudas levantadas, acompanhando a torre. Coroa de mural de prata de quatro torres. Listel branco com a palavra :” NAZARÉ “, a negro.

 

Acordos de Geminação e Cooperação:

A vila de Nazaré conta com 4 acordos de cooperação e geminação, a saber:

  • Badajoz é uma cidade da Estremadura Espanhola com cerca de 150.000 habitantes (sem data disponível)
  • Nogent-sur-Marne é uma comuna francesa perto de Paris com mais de 31.000 habitantes (desde 26 de Fevereiro de 1993)
  • Pipa é uma praia do Estado de Natal, no Brasil, turística pelas ondas tal como Nazaré (sem data disponível)
  • Zushi é uma vila japonesa com cerca de 60.000 habitantes (desde 1 de Julho de 2004)
392 Visualizações 1 Total
392 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática