Parentalidade

A parentalidade pode ser entendida como o conjunto de factores biológicos, psicológicos e jurídicos que tornam um indivíduo pai ou mãe de um outro indivíduo.

Conceito de Parentalidade

A parentalidade pode ser entendida como o conjunto de factores biológicos, psicológicos e jurídicos que tornam um indivíduo pai ou mãe de um outro indivíduo.

Tendo em conta os factores psicológicos, a parentalidade caracteriza-se pelo clima, responsabilidades e funções dos indivíduos-pais ou cuidadores tendo em vista o desenvolvimento físico (e.g. assegurar a alimentação; hábitos de higiene), cognitivo (e.g. facilitar o acesso à aprendizagem), afectivo (e.g. prestar cuidados) e social (e.g. promover o relacionamento com os outros) dos seus filhos.

A parentalidade afigura-se igualmente um processo de desenvolvimento e de aprendizagem, que se caracteriza não só pelas funções que se verificam aquando do nascimento de um filho, mas também pelas representações e significados pessoais do que é ser pai e mãe, e que vão sendo construídas desde a gestação, prolongando-se pelos diferentes estádios de desenvolvimento familiar.

No estudo da parentalidade são enfatizados diferentes estilos educativos que caracterizam o modo como a parentalidade é exercida, baseando-se nas dimensões do afecto e do controlo veiculadas pelos pais. Acresce que os estilos educativos parentais ocorrem no seio da variabilidade individual de cada um dos pais, da aliança que os pais estabelecem entre si (aliança parental, enquanto cooperação entre os dois elementos, quando existem), dos filhos e, por conseguinte, das interacções estabelecidas entre pais e filhos, repercutindo-se em diferentes construções da parentalidade. Neste sentido, a personalidade e o desenvolvimento dos indivíduos-pais ou cuidadores parecem contribuir para o modo como estes consideram o que é ser pai ou mãe, traduzindo-se no modo como estes se vinculam, comunicam e modelam os seus filhos.

A parentalidade pode ainda ser concebida como um conjunto de tarefas e funções inerentes ao desenvolvimento familiar, que se inicia e caracteriza por mudanças cognitivo-emocionais e comportamentos dos indivíduos-pais ou cuidadores, que ocorrem pela expansão das expectativas e responsabilidades dos indivíduos que iniciam a sua aprendizagem parental.

Palavras-chave: Parentalidade; estilos parentais; estilos de vinculação; modelo de desenvolvimento familiar

5302 Visualizações 1 Total

References:

Simões, S., Farate, C., & Pocinho, M. (2011). Estilos educativos parentais e comportamentos de vinculação nas crianças em idade pré-escolar. Interações, 20, 75-99.

Portugal, A., & Alberto, I. (2010). O papel da comunicação no exercício da parentalidade: Desafios e Especificidades. Psychologica, 52(2), 387-400.

5302 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.