Distimia

A distemia é uma perturbação associada ao foro depressivo, embora mais leve mas com sintomas crónicos.

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

A distimia é uma perturbação associada ao foro depressivo, embora mais leve mas com sintomas crónicos. Na maioria dos casos associa-se a sinais de tristeza patológica, baixa autoestima, entre outros semelhantes aos da depressão.

Segundo Santos (2017) a distimia caracteriza-se como uma perturbação do foro depressivo, em cujo humor é maioritariamente triste, irritativo, com dificuldade na tomada de decisões importantes, pessimismo patológico. Torna-se numa efetiva patologia do foro das perturbações quando estes sintomas são cada vez mais frequentes no indivíduo (Oficina de Psicologia, s.d.; Santos, 2017). Alguns estudos indicam ainda que além destes sintomas, ficam afetadas também áreas como a memória, a autoestima e desenvolvem-se sentimentos de falta de esperança (Oficina de Psicologia, s.d.).

A grande diferença entre a distimia e um estado de tristeza normal, é o tempo durante o qual os sintomas se vão perpetuando, no caso da distemia (Santos, 2017).

Trata-se, portanto, de uma perturbação depressiva mais leve, no entanto, com sintomas crónicos (Oficina de Psicologia, s.d.).

Uma das maiores dificuldades em identificar a perturbação, é, para Santos (2017) o facto da pessoa que sofre deste tipo de patologia, acreditar que a mesma está associada aos seus traços de personalidade e não a uma perturbação de foro patológico, o que condiciona, negativamente, os relacionamentos que constrói e estabelece.

É comum que as pessoas mais próximas, normalmente, familiares e amigos, sejam afastados ou então, a relação construída entre o distimico e estas pessoas, torna-se conflituosa devido à sua tendência para condutas mais agressivas e depressivas (Santos, 2017).

Estes sinais evidenciam-se devido à autocrítica acentuada, perturbações psíquicas, abuso de substancias e até mesmo perturbação de personalidade (Oficina de Psicologia, s.d.).

Conclusão

A distimia assemelha-se à perturbação de depressão devido aos sintomas associados, tais como perturbação do humor, baixa autoestima, dificuldade em tomar decisões, falhas de memória, entre outras. No entanto, na maioria dos casos, a dificuldade em identificar a perturbação está relacionada com o facto de que o indivíduo não se apercebe que está doente, apesar de ter sintomas crónicos, acreditando que os mesmos fazem parte da sua personalidade normal.

266 Visualizações 1 Total

References:

  • Distemia: mal do humor ou mau humor? Oficina de Psicologia. Disponível em https://www.oficinadepsicologia.com/distimia-mal-do-humor-ou-mau-humor/
  • Santos, A.C.O. (2017). Distimia: Um Mal do Humor. Mundo da Psicologia. Recuperado em 28 de novembro de 2018 de http://mundodapsi.com/distimia-um-mal-do-humor/

 

266 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.