Pateira de Fermentelos

O que é a Pateira de Fermentelos: A Pateira de Fermentelos é uma lagoa natural localizada entre os concelhos de Águeda, Aveiro e Oliveira do Bairro, e que se forma no rio Águeda…

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

O que é a Pateira de Fermentelos

A Pateira de Fermentelos é uma lagoa natural localizada entre os concelhos de Águeda, Aveiro e Oliveira do Bairro, e que se forma no rio Águeda, junto da sua confluência com o rio Cértima e a cerca de 2,5 km a montante da sua foz. Com cerca de 7.500 metros de comprimento por 1.600 metros de largura, é considerada a maior lagoa natural de toda a Península Ibérica. Etimologicamente, o termo pateira está relacionado com patos, ilustrando a grande abundância de patos não apenas na lagoa, mais em toda a região do rio Vouga.

Antes da formação da Ria de Aveiro ao longo da Idade Média, a Pateira seria um braço de mar onde desaguavam os rios Cértima, Águeda e Vouga. Com a formação da ria com areias trazidas pelas correntes marinhas e com a deposição de aluviões pelos referidos rios, o braço de mar foi fechando gradualmente, formando um único rio, passando a foz a situar-se muito mais a noroeste. Nessa altura, e de acordo com antigos relatos, existiria na zona uma mata (a Mata de Perrães) muito rica em fauna e flora. Contudo, a partir do séc. XV, as sucessivas inundações dos rios Cértima e Águeda, levaram ao alagamento dos campos ribeirinhos. Com o assoreamento e espraiamento do rio Cértima, formou-se então esta grande lagoa natural.

Fauna e Flora

Atualmente, e devido à sua grande riqueza faunística e florística, e à grande sensibilidades dos ecossistemas, a Pateira de Fermentelos está incluída na Rede Natura 2000. Algumas espécies emblemáticas da lagoa são a lontra (Lutra lutra), o mexilhão-do-rio (Anadonta), a garça-vermelha (Ardea purpurea) e as numerosas espécies de patos. No caso das espécies faunísticas, destaque para os nenúfares, a canizia e os bonhos. Apresentam-se de seguida as diversas espécies animais e vegetais que podem ser encontradas na lagoa ou nas suas proximidades:

Aves: garça-vermelha (Ardea purpurea), águia-sapeira ou tartaranhão-ruivo-dos-pauis (Circus aeruginosus), milhafre-preto (Milvus migrans), perna-longa (Himantopus himantopus), guarda-rios (Alcedo athis), petinha-dos-campos (Anthus campestris), garça-branca-pequena (Egretta garzetta), alfaiate (Recurvirostra avosetta), negrola (Melanitta nigra), borrelho-grande-de-coleira (Charadrius hiaticula), borrelho-de-coleira-interrompida (Charadrius alexandrinus), e diversas aves passoriformes residentes e migratórias.

Peixes: barbo-do-norte (Barbus bocagei), boga (Chondrostoma polylepis), boga–portuguesa (Chondrostoma lusitanicum), ruivaco (Rutilus macrolepidotus), bordalo (Rutilus alburnoides), tainha (Chelon labrosus), carpa (Cyprinius carpio), escalo-do-norte (Leucistus carolitertii), lúcio (Esox lucius), enguia (Anguilla anguilla), pardelha (Cobitis calderoni), achigã (Micropterus salmoides).

Mamíferos: lontra (Lutra lutra), ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus), raposa (Vulpes vulpes), coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus), javali (Sus scrofa), e numerosos roedores.

Plantas: caniço (Phragmites communis), tabúa (Typha sp.), bunho (Scirpus lacustris), erva-pinheirinha (Myriophyllum sp.), nenúfares (Nymphaea sp., Nuphar luteo), jacinto-de-água (Eichhornia crassipes), salgueiros (Salix alba, Salix sp.), choupos (Populus canescens, Populus nigra, Populus sp.), amieiros (Alnus glutinosa), amieiro-negro (Frangula alnus), freixos (Fraxinus angustifolia), pilriteiros (Crataegus monogyna), sabugueiros (Sambucus nigra), borrazeiras (Salix atrocinerea), carvalhos (Quercus robur), loureiros (Laurus nobilis), ulmeiros (Ulmus sp.), etc.

Turismo

Além da riqueza faunista e florística, a lagoa e zonas circundantes apresenta uma beleza extraordinária, razão pela qual é muito procurada por turístas que procuram tranquilidade, natureza, saúde e bem estar. Atendendo a isso, as autoridades locais têm também desenvolvido esforços no sentido da valorização da zona através da criação de infraestruturas de apoio e da manutenção dos espaços e dos ecossistemas. São também propostas numerosas actividades aos visitante, como os passieos nos parques de lazer, a travessia nas tradicionais bateiras, a viagem nas bicicletas aquáticas, passeios a cavalo, de bicicleta ou a pé, pesca, desportos vários ou a observações de aves.

234 Visualizações 1 Total
234 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.