Ben Bella, Amede

Biografia de Amede Ben Bella (1916-2012)

Amede Ben Bella (19162012) é uma das figuras mais relevantes do processo de independência da Argélia relativamente a França. Foi um dos quatro dirigentes da Frente de Libertação Nacional (FLN) argelina presos pelos franceses (os outros eram Budiaf, Ait Amede e Khider) que obrigaram a aterrar o avião em que seguiam do Cairo para Tunes. Internado em França, apenas é libertado em 1962, na sequência da assinatura dos acordos de Evian que estabelecem o cessar fogo entre a França e a Argélia, dando início ao processo de independência que viria a acontecer nesse mesmo ano. Regressado à Argélia, foi primeiro-ministro entre 1962 e 1963 e Presidente da República entre 1963 e 1965, ano em que um golpe militar liderado pelo seu mais próximo colaborador, o coronel Boumedienne, o depôs. Na sequência do golpe, Ben Bella é preso, sendo libertado apenas em 1979. Em 1981, dois anos após a sua libertação parte para o exílio em Paris e em 1985 funda um novo partido: o Movimento para a Democracia na Argélia. Regressa à Argélia em 1990 e em 1991 perde as eleições para a Frente de Salvação Islâmica.

1215 Visualizações 2 Total
1215 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.