Tomate

Conceito de tomate, fruto do tomateira, as suas principais características e utilização…

Conceito de Tomate

Tomate é a designação atribuída ao fruto do tomateiro (Solanum lycopersicum), pertencente ao género Solanum. A família à qual pertence é a mesma família da batata e da beringela, entre outras, sendo esta a família Solanaceae.

Este fruto é designado por baga, sendo bastante carnudo. O seu interior é multilocular, estando as sementes localizadas nas suas três cavidades loculares. Estas sementes são bastante pequenas e possuem pequenos pelos.

Este é muitas vezes designado por tomate de jardim uma vez que é um dos frutos mais amplamente cultivado, com o propósito alimentar. No entanto, inicialmente este fruto era tido como venenoso, sendo apenas usado como planta ornamental, em realidade o fruto é a única parte comestível do tomateiro.

O fruto do tomateiro é considerado, em termos botânicos, um fruto, pois tem a sua origem no desenvolvimento do ovário após a fecundação do óvulo da flor feminina. Este fruto é muitas vezes tido como um legume devido ao facto de poder ser utilizado em muitas receitas culinárias, sendo cozinhado para ser consumido, apesar de também ser consumido cru.

 

A sua origem e utilização:

O tomate que é vendido mundialmente teve origem numa única espécie, o Solanum pimpinellifolium, tendo este desenvolvido um grande número de variedades que contribuiu para a grande diversidade de tomates que podem ser obtidos no supermercado. As variedades selvagens são bastante diferentes fisicamente daqueles que são vendidos nos supermercados. Estes são normalmente pequenos, de cor verde e com um exocarpo peludo.

O tomateiro, planta que dá origem a este fruto, terá surgido nas Américas (possivelmente na América do sul), no entanto, hoje é cultivado mundialmente. Nessa região ainda é possível encontrar alguns espécimes selvagens, assim como espécies domesticadas únicas, razão pela qual se acredita poder ter sido nesta região o local onde terá ocorrido a domesticação deste fruto.

A sua produção a nível mundial contribuiu para que o nome tomate possui-se inúmeros sinónimos para o nome tomate nas mais diversas línguas, pois tornou-se um dos frutos mais consumidos a nível global.

O tomate é um fruto bastante mole, deteriorando-se e pisando muito facilmente. Devido à necessidade de transporte, uma vez que se trata de um produto largamente importado por vários países foi necessário criar uma variedade mais resistente, permitindo assim o seu transporte sem a ocorrência contusões.

Este fruto é muito utilizado na alimentação, possuídos diversos tipos de utilização. Muitas dessas utilizações devem-se ao diverso número de cultivares que existem, permitindo assim o surgimento de uma grande diversidade de tomates. O país mais associado ao uso culinário do tomate é a Itália, sendo conhecida pelos seus molhos de tomate.

 

A diversidade:

Estes frutos apresentam-se em diversas cores, tamanhos e formatos, consoante o seu cultivar, normalmente, surgem com um tamanho considerável, forma arredondada e uma coloração avermelhada. Esta variabilidade contribui para a sua versatilidade na cozinha, pois pode ser usado cru, cozinhados de diversas formas (cozidos, assados, grelhados), em salgados, em doces, ou ainda como componente em molhos.

Muitas vezes cada um dos diferentes tipos de tomate existente estão associados aos vários usos, por exemplo, o tomate cereja é mais utilizado em saladas ou como entrada, enquanto o tomate italiano é normalmente utilizado na confecção de molhos. O tomate pode também ser consumido como bebida, sendo que a mais famosa bebida de tomate é o ‘Bloody Mary’ em honra da Rainha Mary de Inglaterra, conhecida por perseguir protestantes.

 

As suas utilizações:

Ao contrário das outras frutas, o tomate não é muito doce, possuindo um sabor que o caracteriza, sendo particularmente acido e amargo, este facto também contribuiu para a sua diversidade culinária. O tomate é um dos componentes base da dieta mediterrânea, além de contribuir para uma vida mais saudável e uma maior longevidade.

O tomate é um fruto rico em água, assim como em nutrientes, particularmente em vitaminas (em particular vitamina A, B e C) e minerais, especialmente quando maduro. Este apresenta uma elevada concentração de antioxidantes, particularmente licopeno, razão pela qual é muitas vezes tido como um bom alimento na luta contra o cancro, particularmente da próstata. Essas características tornam-no num alimento recomendado para a prevenção de outras doenças, como o AVC e o enfarte. Assim como também está associado à redução do colesterol.

O genoma do tomate já foi sequenciado. Esse facto, em conjunto como facto de não ser muito exigente nas condições necessárias para o seu desenvolvimento, tornando-o num ótimo modelo para estudos genéticos.

2043 Visualizações 1 Total

References:

Brito Junior, Francisco Pereira De (2012). Produção De Tomate {Solanum lycopersicum L.) Reutilizando Substratos Sob Cultivo Protegido No Município De Irandura-AM, Dissertação de pós-graduação. Universidade Federal do Amazonas. Faculdade de Ciências Agrárias. Programa De Pós-GraduaÇão Em Agronomia Tropical. Manaus, Brasil

Gerszberg, Aneta; Hnatuszko-Konka, Katarzyna; Kowalczyk, Tomasz; Kononowicz, Andrzej K. (2015). Tomato (Solanum lycopersicum L.) in the service of biotechnology. Springerlink.com Plant Cell Tiss Organ Cult 120:881–902

2043 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.