Fator de transcrição

Um fator de transcrição é uma proteína que se liga ao DNA e que regula a transcrição dos genes nos eucariotas. Esta proteína é necessária para que a RNA polimerase possa iniciar a transcrição no promotor, mas não faz parte da enzima.

 

A relação entre fatores de trancrição, a transcrição e a RNA polimerase

Nos eucariotas, os fatores de transcrição permitem que as RNA polimerases se liguem aos seus respetivos promotores.

De fato, ao contrário das RNA polimerases dos procariotas, as RNA polimerases dos eucariotas são incapazes de se ligarem sozinhas ao promotor do gene.

As RNA polimerases necessitam de se ligar aos promotores dos genes para poderem iniciar a transcrição. A transcrição é o processo pelo qual são produzidas cópias de RNA de um gene.

 

Os fatores de transcrição podem ser gerais ou específicos

Os fatores de transcrição são proteínas que estimulam (ou, às vezes, reprimem) a transcrição de um gene eucariota, ligando-se ao promotor do gene ou a um enhancer.

Existem diversos tipos de fatores de transcrição que podem ser divididos em três grupos:

  1. Os fatores de transcrição gerais;
  2. Os fatores de transcrição específicos (ou os ativadores);
  3. Os coativadores.

Os fatores de transcrição gerais podem atrair, por si mesmos, as RNA polimerases para o seus respetivos promotores, embora apenas numa fraca extensão. Assim, estes fatores gerais podem suster somente o nível básico de transcrição e um controlo mínimo da mesma.

Os fatores de transcrição específicos ligam-se a elementos de DNA chamados enhancers que podem estar localizados a alguma distância do gene (ver Figura 1) ou aos promotores também. A maioria destes fatores de transcrição específicos são chamados activadores porque estimulam a transcrição. Alguns outros são chamados repressores porque  inibem a transcrição.

Os ativadores aumentam a frequência de transcrição e são necessários para um nível adequado de trnascrito.

Já os coativadores são proteínas fazem a ligação entre os ativadores e os fatores de transcrição gerais.  Ao contrário dos ativadores, os coativadores não se ligam diretamente ao DNA. Eles funcionam através de interações de proteína com proteína, estabelecendo uma ponte entre os outros dois tipos de fatores de transcrição supramencionados.

 

Fatores de transcrição gerais

Os fatores de transcrição gerais associam-se com a RNA polimerase, formando um complexo de pré-iniciação que está apto para iniciar a transcrição logo que haja nucleótidos disponíveis.

Como exemplos de factores de transcrição gerais mais comuns temos o TFIIA, o TFIIB, o TFIID, o TFIIE, o TFIIF e o TFIIH. A sigla TFII significa factor de transcrição para a RNA polimerase II e a letra final designa o factor individual.

O primeiro passo na iniciação é a ligação de TFIID à caixa TATA no molde de DNA do promotor. O TFIID consiste em, pelo menos, nove polipéptidos. Um deles é a proteína de ligação à caixa TATA (TBP de TATA-box Binding Protein), que reconhece e se liga à sequência consenso TATA.

De seguida, ligam-se ao promotor os restantes fatores de transcrição gerais e a RNA polimerase II (ver Figura 1).

Existem ainda os fatores de transcrição gerais TFI e TFIII que auxiliam a ligação da RNA polimerase I e III, respetivamente, ao seu promotor correspondente .

Figura 1 – Esquema do início da transcrição. A transcrição é iniciada com a ligação do fator TFIID à caixa TATA, seguida pela ligação  da RNA polimerase II e os restantes fatores de transcrição gerais ao promotor. O ativadore liga-se ao enhancer no DNA e estimula ou estabiliza a montagem do aparelho de transcrição basal.

Figura 1 – Esquema do início da transcrição. A transcrição é iniciada com a ligação do fator TFIID à caixa TATA, seguida pela ligação da RNA polimerase II e os restantes fatores de transcrição gerais ao promotor. O ativador liga-se ao enhancer no DNA e estimula ou estabiliza a montagem do aparelho de transcrição basal.

3656 Visualizações 3 Total

References:

  • Lewin, B. (2008). Genes IX.  Massachusetts: Jones and Bartlett.
  • Pierce, B. A. (2012). Genetics: a conceptual approach (4th ed.). New York: Freeman.
  • Weaver, R. F. (2005). Molecular biology (3rd ed.). Boston: McGraw-Hill.
3656 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática