Perturbação Histriónica

Conceito de Perturbação Histriónica

A perturbação histriónica é uma perturbação da personalidade caracterizada pela presença de dramatização, desproporcionalidade na expressão emocional (experienciada de forma lábil), procurando de forma exuberante impressionar, atrair ou seduzir os outros (e.g. através da aparência física, do discurso). Neste sentido, indivíduos que apresentam esta perturbação necessitam de validação constante dos outros, tornando-se dependentes desta.

Como qualquer outra perturbação da personalidade, esta inicia-se na idade adulta, não obstante os fatores predisponentes se reportarem a estádios mais precoces do desenvolvimento. Assim, as experiências emocionais e relacionais nestes estádios tendem a ser pautadas pela desvalorização (ou valorização de aspetos físicos em detrimento de outros internos), negligência e insegurança, contribuindo para despoletar comportamentos de procura excessiva de atenção na idade adulta, que contudo se revelam disfuncionais nas relações interpessoais. Frequentemente, as dinâmicas relacionais são caracterizadas por exigências, comportamentos manipulatórios e explosões emocionais (e.g. cólera, choro intenso) que decorrem da ansiedade de separação e/ou de situações em que experienciam frustração, confirmando ciclos interpessoais disfuncionais de procura e rejeição.

Os comportamentos histriónicos são associados a crenças de inadequação do Self, crenças sobre a necessidade de ser incondicionalmente cuidado pelos outros e experiência superficial, transitória ou instrumental das emoções. Relatam queixas físicas, podendo por vezes constituir vias para alcançar a atenção dos outros. De um modo geral, as crenças e respostas emocionais repercutem-se assim numa procura ativa, e de gratificação imediata, da satisfação das suas necessidades pelos outros. Tendem a apresentar baixa autoestima e baixa perceção de autoeficácia na resolução de problemas, apesar de aparentarem vivacidade e exaltarem as suas características.

Palavras-chave: Perturbação histriónica; perturbação de personalidade; labilidade emocional; ciclos interpessoais disfuncionais

1071 Visualizações 1 Total

References:

Beck, A., Freeman, A., & Davis, D. (2004). Cognitive Therapy of Personality Disorders. New York: The Guilford Press.

Rodrigues, V. A., & Gonçalves, L. (2009). Patologia da Personalidade. Teoria, Clínica e Terapêutica. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

1071 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.