Analfabetismo

O analfabetismo diz respeito à não capacidade de leitura e de cálculo ou à incapacidade de interpretação dos mesmos mesmo exista competências básicas.

O analfabetismo diz respeito à não capacidade de leitura e de cálculo ou à incapacidade de interpretação dos mesmos mesmo exista competências básicas.

Segundo os dados dos estudos de Pacivitch (s.d.), baseados na UNESCO considera-se analfabeta uma pessoa que não participa em atividades nas quais é necessário ser alfabetizado, dentro de uma comunidade, tais como, leitura, escrita. Cálculo e desenvolvimento da própria comunidade.

Verifica-se maior incidência de analfabetismo em indivíduos provenientes de classes sociais mais desfavorecidas, nas quais, a mão de obra se mostra mais urgente, o que leva, consequentemente a que estes acabem por se estabelecer à margem da sociedade.

É importante compreender que analfabetismo não é a mesma coisa que ignorância e que, ao longo dos tempos, de forma transversal, têm sido vários os esforços da sociedade para extinguir o mesmo no sentido de garantir o desenvolvimento e o acesso à educação (Pacivitch, s.d.).

Contudo, um dos motivos que fazem aumentar exponencialmente a taxa de analfabetismo é a pouca importância que muitos indivíduos dão à escolarização, acreditando que a mesma não é fundamental. Aliado a este motivo, encontramos ainda pessoas com medo de aprender devido a experiências de fracasso anteriores, muitas vezes com cenários de humilhação.

Algumas teorias identificam o analfabetismo como uma incapacidade funcional de compreender um texto, mesmo que o indivíduo saiba ler e escrever, não conseguindo, no entanto, interpretar o que está escrito (Pacivitch, s.d.) Este tipo de analfabetismo é o mais comum e frequente de observar na sociedade (Pacivitch, s.d.).

Atualizando para a era informatizada dos dias de hoje, o analfabetismo vem sendo muito frequente na versão digital, quando se verifica falta de conhecimentos para utilizar computadores, telemóveis, entre outros métodos de tecnologia (Pacivitch, s.d.).

Conclusão

O analfabetismo mostra-se, ainda nos dias de hoje, uma realidade inerente a muitos grupos, sociedades e comunidades, por uma variedade de motivos. Na maioria das vezes está mais relacionado com o facto de se ser proveniente de classe social mais desfavorável e ainda com experiências anteriores fracassadas que levaram ao associar da aprendizagem ao medo. No entanto não podemos deixar de verificar que estudos transversais procuram combateras taxas de analfabetismo, apostando na educação para o desenvolvimento da sociedade.

 

29 Visualizações 1 Total

References:

29 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.