Diversidade cultural na educação

A diversidade cultural na educação procura levar oportunidades iguais para todos os alunos de forma indiscriminada.

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

A diversidade cultural na educação procura levar oportunidades iguais para todos os alunos de forma indiscriminada. Trata-se de um processo que visa extinguir desigualdades ainda hoje presentes nas salas de aula.

Segundo Moreira e Candau (2003) é muito comum os professores depararem-se com diversas especificações entre os seus alunos no que concerne à cultura presente na educação de cada um.

Por vezes, os alunos fogem bastante ao padrão a que os professores estão habituados e é necessário procurar adapta-los aos hábitos e costumes, bem como às normas e valores que vigoram nas escolas (Moreira, & Candau, 2003).

Para Gonçalves, Carvalho, e Gonçalves (2018) a luta pela diversidade cultural na educaçao é fundamental devido à exclusão a que ainda hoje assistimos em diferentes culturas onde por haver diferenças entre os alunos, nas instituições escolares, os mesmos sofrem com a exclusão, o que lhes traz consequências profundamente negativas à aprendizagem.

Esta necessidade constante de adaptação, tanto de professores como de alunos, ou seja, da comunidade escolar em geral, deve-se ao facto de cada vez ser mais comum encontrarmos diversas culturas na educação, entre os alunos inseridos nas salas de aula (Moreira, & Candau, 2003).

Esta diversidade cultural na educação de que os estudos falam são, de acordo com Moreira e Candau (2003) resultado do processo de globalização económica, que leva minorias étnicas e raciais a também ter acesso à educação, situação que não se verificava em outros tempos em que pessoas provenientes destas classes, eram, frequentemente, marginalizadas.

Desta forma, a diversidade cultural na educação, pretende, em primeiro lugar, encontrar um caminho que resulte na diminuição da desigualdade em todo o sistema educacional (Moreira, & Candau, 2003).

Quando se fala em diminuição ou extinção na desigualdade, associa-se a mesma ao preconceito, à opressão e à discriminação (Gonçalves, Carvalho, & Gonçalves, 2018; Moreira, & Candau, 2003).

Visa-se chegar ao respeito mútuo entre toda a comunidade escolar, independentemente de raça, etnia ou cultura, dentro e fora da sala de aula (Gonçalves, Carvalho, & Gonçalve, 2018).

Conclusão

A diversidade cultural na educação pretende levar o acesso à mesma a todos os indivíduos, independente de etnia ou raça, fomentando a inclusão e procurando extinguir a desigualdade, o preconceito, a opressão e a exclusão.

O acesso à educação de forma igual para todos, poderá evitar consequências negativas na aprendizagem provenientes da exclusão, pela qual passam os alunos que não estão dentro do padrão normativo da comunidade escolar.

266 Visualizações 1 Total

References:

  • Gonçalves, A.C, Carvalho, K.R, & Gonçalves, A.S. (2018). Educação e diversidade. II SIMPÓSIO DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA. 1 E 2 DE FEVEREIRO DE 2018.
  • Moreira, A.F., & Candau, V.M. (2003). Educação escolar e cultura(s): construindo caminhos. SCIELO. Maio/Jun/jul/Ago 2003, nº 23.
266 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.