Banjo

Banjo: instrumento de cordas de origem africana; morfologia, modelo mais comum na actualidade e breve história da sua difusão.

O instrumento

O banjo é um cordofone, do mesmo tipo que a guitarra, com quatro a nove cordas, dedilhadas ou beliscadas com um plectro. Tem um braço longo, geralmente com trastes (introduzidos a partir do século XIX; ainda se fabricam, contudo, instrumentos sem estes), e a caixa de ressonância é um aro de metal redondo, semelhante a um tamborete. O tampo é uma pele esticada.

O modelo mais recorrente, hoje em dia, é o banjo de cinco cordas, uma das quais tem metade do tamanho das outras, terminando a meio do braço. Esta é conhecida como corda do polegar, sendo a responsável pela melodia. As restantes ficam responsáveis pelo acompanhamento fixo.

Banjo

A difusão do banjo

De origem africana, o banjo foi levado pelos escravos negros para as Caraíbas no século XVII. No século seguinte, surge já referenciado nos Estados Unidos, encontrando eventualmente um lugar nas bandas jazz do século XX. Foi, no entanto, na música folk (especialmente norte-americana) que se notabilizou em definitivo. Pete Seeger, vocalista dos The Weavers, foi um dos seus maiores divulgadores. Na música erudita, salientam-se as suas intervenções em «Porgy and Bess» de Gershwin e na ópera «Koanga» de Delius.

200 Visualizações 1 Total

References:

Henrique, L. (1998). Instrumentos Musicais. Fundação Calouste Gulbenkian.

Kennedy, M. (1994). Dicionário Oxford de Música. Publicações Dom Quixote.

200 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.