Corinthians

O Corinthians é um dos maiores clubes do futebol brasileiro. Conquistou diversos títulos estatais, nacionais e internacionais.

Logo Corinthians

Logo Corinthians

Fundação: 1 de Setembro de 1910.

Cidade/país: São Paulo, Brasil

Estádio: Arena Corinthians

Cor equipamento principal: Branco e Preto.

Principal rival: São Paulo, Palmeiras e Santos.

Epíteto: Timão, Time do Povo e Coringão.

História:

O Sport Club Corinthians Paulista conhecido simplesmente como Corinthians foi fundado por cinco trabalhadores, originários do bairro do Bom Retiro em São Paulo, da companhia ferroviária São Paulo Railway. Tal como no resto do mundo, o futebol chegou ao Brasil como desporto das elites, mas rapidamente tornou-se popular entre todas as classes.

No dia 31 de Agosto de 1910 Joaquim Ambrósio, Rafael Perrone, António Pereira, Anselmo Correia e Carlos Silva, assistiram ao último jogo da digressão do clube londrino, Corinthian, no Brasil. Entusiasmados pela modalidade e virtuosismo da equipa inglesa que derrotou o Palmeiras, decidiram formar no dia seguinte um clube com sede no bairro do Bom Retiro e nome baseado na equipa inglesa.

Todo o bairro contribuiu monetariamente e materialmente para a fixação rápida do clube. O primeiro jogo foi disputado pouco mais de uma semana após sua a fundação, no dia 10 de Setembro. O Corinthians enfrentou a conceituada equipa do União da Lapa, apesar do resultado ter-se saudado numa derrota por uma bola a zero, o equilíbrio do jogo ante uma equipa mais forte entusiasmou fundadores e habitantes do bairro. Rapidamente o Timão tornou-se o representante das classes mais desfavorecidas, permitindo a inclusão de jogadores africanos nos seus planteis, um enorme avanço sociológico para a sociedade de então.

As primeiras conquistas do clube não tardariam muito, em 1914 e 1916 o campeonato Paulista é conquista de forma invicta. Estas vitórias serviram de presságio para o domínio no campeonato estatal nas décadas de vinte e trinta, com a conquista de nove campeonatos. Com a profissionalização do futebol brasileiro nos anos trinta, o Corinthians demonstrava capacidade de afirmação neste novo paradigma desportivo.

As décadas de quarenta e cinquenta trouxeram a vitória em apenas três campeonatos estatais, mas permitiram a afirmação da equipa fora do Estado com a conquista de três torneios Rio-São Paulo em 1950, 53 e 54.

Após a vitória de 1954 no campeonato Paulista, o Timão entraria num jejum de títulos estatais de vinte e três anos. A nível nacional o desempenho não seria muito melhor, foi conquistado apenas um Torneio Rio-São Paulo em 1966. Este insucesso, a muito devia-se à afirmação dos Santos de Pelé a nível estatal e nacional, e do Botafogo de Garrincha a nível nacional. O longo jejum no Paulista terminaria com a vitória no final do campeonato de 1977 ante o Ponte Preta.

No início da década de oitenta nascia no clube um movimento encabeçado pelos jogadores Sócrates, Casagrande e Zenon denominado Democracia Corinthiana. Era um movimento de contestação contra a ditadura militar, exigindo a realização de eleições livres no Brasil. A postura democrática do plantel estendeu-se á sua administração, nenhuma decisão era tomada sem a aprovação democrática de todos os órgãos e membros do clube. Contratações, renovações, obras nas infraestruturas ou qualquer tipo de gestão corrente, era decidida a partir de votação.

No campo desportivo a época de oitenta trouxe a vitória em três campeonatos paulistas. A época de noventa abriu uma nova etapa na História do Corinthians, a afirmação no futebol nacional com a conquista dos campeonatos brasileiros de 1990 (primeira vez), 1995 e 1998.

No ano 2000 o Timão foi convidado pela FIFA a participar juntamente com o Real Madrid, Manchester United e Vasco da Gama na primeira edição do Campeonato do Mundo de Clubes. O Corinthians conquistaria este troféu ao bater na final o Vasco da Gama na marcação de grandes penalidades.

A viragem para o século XXI trouxe alguns maus investimentos e decisões erróneas em termos administrativos, isto provocou uma crise financeira e desportiva que resultaria na descida de divisão em 2007, sem antes ter possibilitado nova vitória no campeonato brasileiro e duas no Paulista.

O Corinthians recuperou rapidamente deste percalço e regressou à elite futebolística brasileira em 2008. Nesta nova fase foram conquistados novos títulos nacionais em 2011 e 2015. A conquista da Taça Libertadores é fundamental para o prestígio de qualquer clube sul-americano. Em 2012 o Timão bate o Boca Juniors da Argentina por três a um, no aglomerado dos dois jogos da final.

A vitória na Libertadores possibilitou nova participação no Campeonato do Mundo de Clubes. Após bater o Chelsea por um a zero, conquistou pela segunda vez este troféu.

O Corinthians mantêm-se como um dos clubes mais influentes no Brasil e com uma massa adepta estimada em mais de trinta milhões de simpatizantes.

Títulos:

  • Campeão Brasileiro por seis vezes: 1990, 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015
  • Vencedor Campeonato Brasileiro da Série B por uma vez: 2008
  • Vencedor Taça do Brasil por três vezes: 1995, 2002 e 2009
  • Vencedor Supertaça do Brasil: 1991
  • Vencedor Campeonato Paulista por vinte e sete vezes: 1914, 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937, 1938, 1939, 1941, 1951, 1952, 1954, 1977, 1979, 1982, 1983, 1988, 1995, 1997, 1999, 2001, 2003, 2009 e 2013,
  • Vencedor Torneio Rio-São Paulo por cinco vezes: 1950, 1953, 1954, 1966 e 2002
  • Vencedor Campeonato do Mundo de Clubes: 2000 e 2012.
  • Vencedor Taça dos Libertadores da América por uma vez: 2012
  • Vencedor Supertaça Sul-Americana por uma vez: 2012.
489 Visualizações 1 Total

References:

http://www.zerozero.pt/text.php?tp=4&nchapter=31

http://www.corinthians.com.br/clube/historia

489 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.