Vertentes do Ciclismo

O ciclismo enquanto desporto de competição tem várias vertentes ou disciplinas, sendo que as mais conhecidas são a de Estrada ou de Pista.

O ciclismo enquanto desporto de competição tem várias vertentes ou disciplinas, sendo que as mais conhecidas são a de Estrada ou de Pista. A União Ciclista Internacional tem na sua égide, vários tipos de provas de ciclismo, como o ciclismo de estrada, de pista, ciclocrosse, Mountain Bike, BMX, o Paraciclismo e as modalidades de ciclismo indoor, como o ciclobol e o ciclismo artístico. Vamos detalhar as disciplinas ou vertentes com maior notoriedade.

Ciclismo de Estrada

As provas de ciclismo em estrada são das competições com mais notoriedade porque podem chegar a diversos pontos de um só país e são feitas em percursos rodoviários, seja asfalto, terra batida ou pavé. O que define o vencedor das provas de ciclismo na estrada é o tempo percorrido, ou seja, o ciclista que fizer o percurso em menos tempo é o vencedor. Os ciclistas têm de estar integrados em equipas entre 6 e 8 elementos, sendo que existem várias outras classificações para ser atribuídas, além da classificação individual. No ciclismo de Estrada, existem três tipos de prova, essencialmente: Provas por Etapas (Ex: Tour de France), as Clássicas (ex: Monumentos) e os Contra-Relógios. Estes últimos são percorridos de forma diferente dos demais, já que é feita mediante a partida espaçada de ciclistas, com bicicleta e equipamentos específicos.

Ciclismo de Pista

O ciclismo de Pista é uma das vertentes de ciclismo mais espectaculares, em termos de competitividade e de transmissão televisiva. É praticada em Velódromos, recintos fechados com um percurso oval, e os ciclistas têm bicicletas específicas que não dispõem de travões. Existem vários tipos de provas no ciclismo de pista, a saber:
Perseguição Individual ou por Equipas – São provas em que os ciclistas ou equipas saem de lados opostos do velódromo e percorrem distâncias entre os 2 e os 4 quilómetros. O objectivo é fazer o percurso no menor tempo possível e apanhar os adversários.
Sprint Individual ou por Equipas  – Das provas mais espectaculares de se assistir no velódromo, é uma prova em que 2 ciclistas correm lado a lado para saber quem é o mais rápido. O objectivo é ser mais rápido que o adversário e não tanto o tempo. Por equipas, o objectivo é o mesmo mas as equipas estão dispostas em lados opostos do velódromo e são compostas por 3 elementos, em que cada um faz uma volta até ao último que disputa o sprint final.
ciclismo pistaMadison – É uma competição em que participam duplas de ciclistas que se vão revezando durante a corrida, em que o objetivo é conquistar o maior número de pontos através de vitórias em sprints intermédios e no sprint final.
Contra-Relógio em Pista – Trata-se de uma corrida em que os ciclistas têm de fazer o percurso no menor tempo possível, sendo que os homens percorrem a distância de 1 quilómetro e as mulheres percorrem 500 metros.
Keirin – Tem a particularidade de se iniciar com os ciclistas a seguir atrás de um motociclo em que vai aumentando de velocidade para lançar um sprint para uma volta rápida, no qual é declarado vencedor quem ganhar esse sprint.
Scratch – Trata-se de uma competição em que o objetivo é vencer a corrida ao fim de 15 quilómetros para os homens e 10 quilómetros para as mulheres, sendo a partida feita com todos os atletas de início
Corrida por Pontos – É similar à corrida de Scratch já que todos os ciclistas partem juntos de inicio, sendo que nesta prova, o objetivo é conquistar o maior número de pontos ao longo da prova sendo que ganham 5, 3 ou 1 ponto em cada sprint intermédio ou 20 pontos se der uma volta de avanço ao grande grupo.
Corrida de Eliminação – Nesta competição, em cada volta percorrida é eliminado o ciclista que ficar em último de cada volta, sendo que vence a prova quem vencer a disputa final entre os últimos 2 ciclistas.
Omnium – Trata-se de um conjunto de competições (Corrida de Scratch, Corrida de Pontos, Corrida de Eliminação e a Tempo Race)

Ciclocrosse

As provas de ciclocrosse ocorrem, sobretudo, entre Outubro e Março e consiste numa partida maciça de ciclistas a fazer um certo número de voltas por um circuito fechado de relva, terra batida, areia ou de qualquer outro tipo e que pode conter obstáculos. São provas que têm cerca de 1 hora de duração, com ênfase para a técnica e destreza dos ciclistas e com maior popularidade na Bélgica, Holanda e França. As provas mais importantes são os campeonatos mundiais, as provas de Taça do Mundo e as de Super Prestige.

Mountain Bike

mountain-bike-racingAs corridas de Mountain Bike distinguem-se das restantes vertentes do ciclismo pelo facto de ser percorridas em terrenos fora de estrada e, normalmente, com um elevado desnível que exigem uma bicicleta diferente das utilizadas em estrada, pista ou ciclocrosse. Existem vários tipos de corrida no Mountain Bike, a saber:
Cross-Country (XCO) – Prova disputada, normalmente, em circuito fechado numa distância total entre os 30 e 40 quilómetros, com alto índice técnico, seja do elevado número de curvas ou piso diferentes. Vence quem fizer a prova em menos tempo.
Downhill (DH) – É uma competição que se distingue das demais, já que é feita totalmente num percurso em descida e em terreno irregular e que pode conter pontos artificiais para fazer saltos ou apenas para transposição para outros pontos. Prova de elevado risco para os atletas, estes têm um capacete similar aos do motociclismo. Ganha quem fizer o percurso em menos tempo.
Maratona (XCM) – Mais uma prova feita em trilhos fora de estrada mas, neste caso, de longas distâncias e, normalmente, de elevados desníveis de altitude. Têm entre 60 a 100 quilómetros, sendo que a partir daí já se consideram Ultra-Maratonas. Quem for o mais rápido a fazer o percurso é o vencedor.
Eliminator (XCE) – Prova de eliminação em que os ciclistas correm em séries de 4, sendo que os dois mais rápidos passam à fase seguinte e os dois mais lentos acabam eliminados, até chegar à série final, onde o primeiro a chegar sagra-se vencedor.
Four-Cross (4X) – Similar ao Eliminator, 4 ciclistas correm em cada série para ser o mais rápido a percorrer uma pista feita em descida e que pode conter alguns obstáculos.
Singletrack – Corre-se em trilhos de terra em percursos montanhosos e é estabelecido um percurso no qual o primeiro a terminá-lo, vence a prova.
Freeride – É uma disciplina que se pode comparar ao Downhill por ser feita em percursos descendentes de terra, contudo, o foco é mais a técnica e a nota artística a contar mais que o tempo em que se realiza.

BMX

bmxAs corridas de BMX são uma disciplina ou vertente de ciclismo mais direccionada para as camadas jovens e é percorridas em circuitos fechados de terra batida ou de cimento similares aos percorridos em circuitos de motocrosse. Vários ciclistas partem massivamente em que o objetivo é ser o mais rápido de todos. São feitas várias eliminatórias até chegar ao vencedor final. Existe também o BMX em versão estilo livre, em que a componente técnica e artística é mais importante do que estabelecer um tempo para fazer a prova.

489 Visualizações 1 Total
489 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática