Parabasilida

Os Parabasilida são um grupo de protozoários flagelados (Protistas). É constituído por organismos anaeróbicos endossimbiontes de animais.

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Os Parabasilida são um grupo de protozoários flagelados (Protistas). É constituído por organismos anaeróbicos endossimbiontes de animais, sendo conhecidas, apenas, quatro espécies que exibem vida livre.

Existem poucas espécies parasitas, porém, alguns são parasitas importantes, como o Trichomonas vaginalis, que parasita humanos, e o Tritrichomonas foetus, que ocorre em bovinos. A maioria dos Parabasilida estabelecem relações de simbiose com animais e podem ser encontrados colonizando o sistema digestivo de térmitas ou baratas, desempenhado um papel importante no auxílio da digestão da celulose das plantas lenhosas de que estes animais se alimentam.

Neste grupo, algumas características são específicas como a presença de um organelo especial, o aparelho parabasal (Complexo de Golgi associado com fibras parabasais), ou a ausência de mitocôndrias (são substituídas pelo hidrogenossoma).

Características gerais dos Parabasilida

Nestes organismos, o corpo encontra-se rodeado apenas pela membrana plasmática. Porém, as raízes dos flagelos conferem alguma rigidez adicional à célula. Os flagelos permitem que estes organismos se movimentem e podem ocorrer em número diverso dependendo da espécie, podendo variar entre quatro flagelos a milhares destas estruturas. Os flagelos estão dispostos em um ou mais conjuntos próximo da região anterior da célula. Os corpos basais dos flagelos estão ligados a fibras parabasais que se associam a complexos de Golgi proeminentes. Normalmente, os corpos basais dão também origem a um folheto de microtúbulos dispostos de forma cruzada, o axóstilo. O axóstilo é uma estrutura rígida que se projecta a partir da região central da célula e se prolonga até a extremidade posterior, servindo de eixo de sustentação para a célula.

Os Parabasilida são organismos anaeróbicos e colonizam ambientes anóxicos (meios sem oxigênio). Não possuem mitocôndrias mas sim hidrogenossomas, organelos que se terão desenvolvido a partir de mitocôndrias reduzidas. A divisão nuclear ocorre por pleuromitose extranuclear, sem ocorrência de centríolos.

A reprodução assexuada dá-se por fissão binária ao longo do eixo longitudinal da célula (divisão simetrogénica). A reprodução sexuada está descrita nalguns organismos do subgrupo dos hipermastigotos, e pode processar-se por gametogamia, gamontogamia ou autogamia. As células dos Parabasilida não exibem plastídios.

 

 

2982 Visualizações 2 Total

References:

Martins, D. R. F. (2011). Investigação nosológica de diarreias neonatais indiferenciadas em vitelos no concelho de Odemira.

2982 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.