Metacomunicação – Comunicar sobre comunicação

Conceito de metacomunicação. Comunicação verbal e não verbal.

Conceito de Metacomunicação – Comunicar sobre comunicação

A metacomunicação designa a capacidade de comunicar sobre a dinâmica da comunicação entre interlocutores. Este conceito é amplamente utilizado no âmbito da Psicologia Sistémica, no estudo e compreensão da comunicação interpessoal.

Natureza da metacomunicação

A comunicação não verbal (e.g. expressões faciais, gestos, tom de voz) constitui uma forma de metacomunicação, já que esta classifica e elucida sobre a comunicação estabelecida entre duas pessoas. Neste sentido, o comportamento não verbal pode também transmitir uma mensagem sobre a comunicação entre os interlocutores.

Segundo os axiomas da comunicação humana, frequentemente a metacomunicação de natureza não verbal define o nível da relação dos indivíduos. Por outras palavras, o comportamento não verbal dá forma ao conteúdo verbal, podendo confirmar ou adicionar-lhe informação, consoante o conteúdo da mensagem seja ou não congruente com o que transmite não verbalmente (e.g. O indivíduo A fala com B enquanto dirige o olhar para outro ponto de interesse – Falar sobre algo transmite o nível de conteúdo enquanto a ausência de contacto visual pode transmitir algo sobre o nível da relação).

Complementarmente, é possível metacomunicar através de linguagem verbal. A metacomunicação através de linguagem verbal apresenta como objetivo esclarecer o interlocutor sobre o sentido e significado da comunicação. Desta forma, o indivíduo maximiza o enquadramento e a compreensão da sua mensagem por parte do seu interlocutor, tornando a comunicação mais eficiente.

Regra geral, quando se pretende salvaguardar uma mensagem ou esclarecer uma interpretação distorcida, recorre-se à metacomunicação verbal. Neste sentido, a comunicação não verbal pode afigurar-se insuficiente e sujeita a interpretações diversas, visto que é expressa de forma implícita. Por sua vez, a metacomunicação verbal apresenta uma natureza explícita e, assim, tendencialmente mais esclarecedora da mensagem a veicular.

Esta última é comummente utilizada no âmbito da Psicologia Clínica, no diálogo entre psicólogo e utente, assim como na terapia de casal, enquanto estratégia de comunicação que se pretende desenvolver entre os elementos do casal.

Para além destas situações, a metacomunicação é uma competência crucial nas relações interpessoais.

Palavras-chave: Metacomunicação; axiomas da comunicação humana; psicologia sistémica.

6333 Visualizações 1 Total

References:

Alarcão. M. (2006). Desequilíbrios familiares: Uma visão sistémica. Coimbra: Quarteto.

Watzlawick, P., Beavin, J., & Jackson, D. (1967). Pragmática da Comunicação Humana. Um estudo dos padrões, patologias e paradoxos da interacção. São Paulo: Cultrix.

6333 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.