Tecido adiposo

O tecido adiposo é uma variedade de tecido conjuntivo que possui propriedades especiais, sendo constituído maioritariamente por células especializadas no armazenamento de gorduras, os adipócitos. Estes também podem estar presentes isoladamente ou em grupos no tecido conjuntivo laxo.

As gorduras conservadas nos adipócitos podem ter três origens diferentes: gordura ingerida durante a alimentação que circula na corrente sanguínea; triglicerídeos produzidos pelo fígado e que foram libertados no sangue; triglicerídeos sintetizados a partir da glicose nos adipócitos. A taxa de armazenamento e utilização da gordura por parte do tecido adiposo é maioritariamente regulada pelos alimentos ingeridos e pelo gasto de energia, contudo o metabolismo das gorduras nos adipócitos também é influenciado por algumas hormonas e pelo sistema nervoso simpático.

Principais funções do tecido adiposo:

  • Reservatório de energia (armazenamento de lípidos);
  • Modela a superfície do corpo (em parte responsável pelas diferenças de contorno dos corpos masculino e feminino);
  • Proteção contra perdas excessivas de calor (gorduras são más condutoras de calor) ou contra choques (funciona como uma almofada);
  • Ajuda a manter os órgãos nas suas posições naturais (preenche os espaços entre os tecidos e órgãos;
  • Atividade secretora, produzindo várias moléculas diferentes.

O papel endócrino do tecido adiposo envolve a síntese de diversas proteínas, que são designadas por adipocitocinas (como por exemplo a leptina, adipsina, resistina, entre outras). Estas estão envolvidas no metabolismo energético e influenciam o metabolismo geral, em conjunto com outras hormonas.

Variedades de tecido adiposo

O tecido adiposo branco (ou unilocular) é comum ao homem adulto, sendo responsável por cerca de 20 a 25% do peso total de uma pessoa adulta. Encontra-se distribuído por todo o corpo, em especial nas camadas mais internas da pele. Este tipo de tecido funciona como armazém de gordura, como isolante térmico e também absorve choques mecânicos, protegendo os órgãos internos de possíveis danos. Quando as células que constituem esta variedade de tecido adiposo se encontram completamente desenvolvidas, a gordura armazenada ocupa praticamente todo o espaço do citoplasma.

O tecido adiposo castanho (ou multilocular) está presente em animais que hibernam e em mamíferos recém-nascidos. A sua principal função é manter a temperatura dos organismos, produzindo calor. Numa pessoa adulta, este tipo de tecido está presente em pequena percentagem, uma vez que não apresenta capacidade de crescimento. As suas células são constituídas por pequenas gotículas de gordura e muitas mitocôndrias.

 

 

 

Referências Bibliográficas:

Junqueira, L. C., & Carneiro, J. (2008). Tecido Adiposo. Histologia Básica: texto|atlas (11ª ed., pp. 124-128). Rio de Janeiro, Brasil: Guanabara Koogan.

Young, B., Lowe, J. S., Stevens, A., & Heath, J. W. (2006). Supporting/connective tissues. Wheater’s Functional Histology: A Text and Colour Atlas (5th ed., pp. 65-81). Estados Unidos da América: Churchill Livingstone.

1315 Visualizações 1 Total
1315 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.