Mata Nacional do Buçaco

Apresentação da Mata Nacional do Buçaco: localização geográfica, evolução histórica e património deste ex-libris do concelho da Mealhada

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

A Mata Nacional do Buçaco é uma zona protegida na Serra do Buçaco, na freguesia de Luso, no concelho da Mealhada

Esta é uma área com uma fauna e flora rica e diversificada, que inclui espécies do mundo inteiro importadas pela Ordem dos Carmelitas Descalços. Destaca-se o cedro-do-buçaco. Além disso, na mata localiza-se um habitat único: o adernal. 

A Mata Nacional do Buçaco agrega um valor único com relevância histórica, religiosa, militar, botânica, paisagística, arquitetónica e cultural. A mata tem cerca de 105 hectares e uma das maiores coleções dendrológicas da Europa. Divide-se também em quatro unidades de paisagem. A mata tem cerca de 250 espécies de árvores e arbustos.

O conjunto está classificado como Imóvel de Interesse Público, englobando o Palace Hotel do Bussaco, o Convento de Santa Cruz, as ermidas de habitação, as capelas de devoção e os Passos que compõem a Via Sacra, a Cerca com as Portas, o Museu Militar e o monumento comemorativo da Batalha do Bussaco, os cruzeiros, as fontes, os miradouros e as casas florestais. 

A entrada a pé e de bicicleta na mata é gratuita. Para veículos de duas rodas com motor o custo é de dois euros e para veículos ligeiros até cinco lugares o custo é de cinco euros. Existem ainda preços para grupos

História da Mata Nacional do Buçaco

A Mata foi plantada pela Ordem dos Carmelitas Descalços no início do século XVII. Na altura estava delimitada pelos muros erguidos pela ordem militar para condicionar o acesso. Nesta mata os Carmelitas construíram ainda o Convento de Santa Cruz do Buçaco. Este convento existiu entre 1628 e 1834, quando as ordens religiosas foram extintas em Portugal. 

A 27 de setembro de 1810 a mata foi o palco da Batalha do Bussaco. O convento serviu de base de operações ao Duque de Wellington, no confronto entre as tropas luso-britânicas e francesas. 

Em 1888, no local do antigo convento, foi iniciada a construção Palácio Real que atualmente é o Palace Hotel do Buçaco. 

Mata Nacional do Buçaco

By Duca696 – Own work, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=16647275

Património natural

Localizada no extremo noroeste da Serra do Bussaco a 549 metros de altitude, a Mata Nacional do Buçaco tem um microclima muito particular. Destacam-se as temperaturas amenas, a elevada precipitação e os frequentes nevoeiros matinais. Estas características influenciam a flora, que se divide em quatro unidades de paisagem:

  1. Arboreto: ocupa cerca de 80 por cento da mata e é o resultado de um processo e florestação iniciado pelos monges. 
  2. Jardins e Vale dos Fetos: é a principal área ajardinada, envolvendo o atual hotel. Foi construída em 1886-87
  3. Floresta Relíquia: é uma formação vegetal de plantas autóctones que conserva as características típicas da floresta primitiva, antes da ocupação humana. 
  4. Pinhal do Marquês: tem 15 hectares e inclui uma das últimas áreas a ser integradas na Mata Nacional, no final do século XIX. 

A fauna inclui uma diversidade de animais que aproveitam o alimento, abrigo e refúgio providenciado pela Mata. É possível observar espécies como:

  • chapim
  • tentilhão
  • pica-pau
  • garça-real
  • lagarto-de-água
  • cobra-de-escada
  • morcego
  • raposa
  • mocho-galego
  • tritão-de-ventre-laranja. 
10 Visualizações 3 Total
10 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.