Vulcão

Conceito de Vulcão

Vulcão é a designação dada ao conjunto geológico que se forma a partir do magma, cinzas e gases expelidos através de uma abertura na crusta terrestre. A palavra ‘vulcão’ foi criada a partir de ‘Vulcano’, o deus do fogo da mitologia romana. O formato típico de um vulcão é o de uma montanha de dimensão variável com formato cónico com inclinação maior ou menor, dependendo das caraterísticas dos materiais expelidos.

A grande maioria dos vulcões forma-se nos limites das placas tectónicas e muitos deles encontram-se submersos pelas águas dos oceanos. Por vezes, quando as águas são mais rasas, ou quando a quantidade de materiais expelidos é em grande quantidade e se mantém por tempo suficiente, o vulcão acaba por emergir formando novas ilhas no oceano. São exemplos de ilhas formadas por vulcões, as ilhas do Arquipélago dos Açores no Oceano Atlântico  e do Havai no Oceano Pacífico. Nas placas continentais, os vulcões surgem geralmente quando um das placas mergulha por debaixo da outra dando origem a grandes vulcões e cordilheiras montanhosas (como é o caso dos Andes na América do Sul).

Constituintes de um Vulcão

Um vulcão é constituído por várias partes, nomeadamente uma câmara magmática, uma chaminé e uma cratera:

  • Câmara magmática: reservatório de rocha líquida (o magma ou lava) que se encontra abaixo do vulcão e que tem origem no manto. O magma presente na câmara exerce pressão sobre a rocha, criando ranhuras pelas quais vai penetrando. Quando a pressão do magma é suficientemente forte, este acaba por vencer a resistência das rochas do teto da câmara, libertando-se pela chaminé.
  • Chaminé: passagem pela qual o magma sobe a partir da câmara magmática até a superfície. Em grandes vulcões, podem ocorrer chaminés secundárias, que surgem como ramificações da chaminé principal.

  • Cratera: orifício no topo da chaminé pelo qual o magma e vários tipos de fases alcançam a superfície e que constitui a ‘boca do vulcão’.

  • Cone: montanha em forma de cone formada pela acumulação e solidificação dos materiais expelidos pelo vulcão. No interior desta montanha encontra-se o chaminé e no seu topo a cratera. As encostas deste cone podem ser mais ou menos inclinadas, consoante as características dos materiais expelidos.

 

Tipos de Vulcão

Os vulcões são geralmente classificados quanto ao tipo de materiais expelidos, o que determina diretamente a forma do vulcão. Se o magma contiver uma elevada percentagem de sílica, esta tem tendência a ser mais viscosa e a solidificar mais rapidamente. Os vulcões com este tipo de lava têm tendência a ser mais elevados e com encostas muito íngremes (designados por estratovulcões). Por vezes, e pelo facto de o magma solidificar rapidamente, obstruindo a chaminé, os estratovulcões expelem as lavas de forma explosiva.

Quando o magma é mais pobre em sílica, as lavas são mais fluídas, escorrendo lentamente, e podendo percorrer grandes distâncias antes de solidificar. Por esse motivo, os vulcões com este tipo de magma têm tendência a ser mais baixos e com encostas pouco íngremes, designando-se por vulcões escudo.

 

 

348 Visualizações 2 Total
348 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.