Estética (Conceito, Definição, Significado, O que é)

O que é a Estética: Conceito ou definição em diferentes contextos; evolução ao longo do tempo do conceito de estética na filosofia.

Conceito de Estética

Em Filosofia, o termo estética (derivado do grego aisthesis, ou aistheton, que significa ‘sensação’, ‘sensível’) designa uma dimensão da experiência e da acção humana que permite caracterizar algo como belo, agradável, sublime, grandioso, alegre, gracioso, poético ou então como feio, desagradável, inferior, desgracioso, trágico.Estética (Esculturas clássicas / neoclássicas)

A estética é, portanto, uma ciência que remete para a beleza, abordando o sentimento que alguma coisa bela desperta dentro de cada indivíduo. Ela estuda o julgamento e a percepção do que é considerado beleza, a produção das emoções pelos fenómenos estéticos. Estuda também as diferentes formas de arte e da técnica artística, a ideia de obra de arte e de criação, e a relação entre matérias e formas nas artes.

Defendida como a ciência do conhecimento sensível, a estética reflecte sobre a arte, tanto na perspectiva da produção como da apreciação das obras de arte por parte do homem. Constitui uma ciência autónoma, ocupando-se do estudo dos estímulos, das sensações e dos sentimentos que as formas, as imagens, os objectos, os sons, etc., despertam no homem, determinado o seu carácter e valor artístico.

Para muito e de forma resumida, estética consiste em tudo aquilo que pode ser apreendido pelos sentidos e ser apreciado filosoficamente.

O conceito de estética em diferentes contextos

O termo estética pode ser utilizado em diferentes contextos, nomeadamente:

  • Num contexto psicológico, refere-se às experiências e comportamentos emocionais que as coisas belas provocam no indivíduo. Por exemplo, obra de arte irá provocar uma experiência estética, ou seja sensações diversas e sentimentos a quem observa.
  • No âmbito da filosofia designa uma disciplina que reflecte sobre o belo – é a designada filosofia da arte.
  • Num sentido mais amplo, refere-se a tudo o que embeleza a existência do homem: o corpo, o vestuário, a casa, os adornos, o carro,…
  • Por fim, o termo estética é sinónimo de “teoria da criação”, debruçando-se sobre as suas condições individuais, sociais e históricas.

Evolução do conceito na filosofia

Apesar de o conceito de estética ter começado por ser sobretudo uma teoria do belo, passou posteriormente a ser entendida como a teoria do gosto. Aatualmente é predominantemente identificada como a filosofia da arte. A análise e necessidade de compreensão do termo estética remonta à Antiguidade Clássica, mais especificamente às obras de Platão, em particular nos seus escritos, Íon, O Banquete e Fedro, que destacam a preocupação com o espaço que a beleza ocupa entre as coisas do mundo.

Apesar de ser uma temática já estudada na Grécia Antiga, é apenas no século XVIII, que a história da estética atinge o seu auge. É neste século, mas concretamente em 1750 que o filósofo alemão Alexander Baumgarten, na sua obra «Aesthetica», faz a primeira definição de estética no sentido moderno, definindo-a como a “ciência do conhecimento sensível ou gnosiologia inferior”, marcando assim o seu surgimento como uma disciplina filosófica, ao lado de outras como a lógica, a metafísica ou a ética. Na mesma altura, outros filósofos analisaram a impressão estética e estabelecem a diferença entre a beleza experimentada de forma imediata e a beleza relativa.

 

Se és estudante, conhece aqui inúmeros trabalhos escolares, resumos e apontamentos desta temática >>>

4101 Visualizações 1 Total
4101 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.