Impotência Sexual (ou Disfunção Erétil)

O que é a impotência sexual ou disfunção erétil? Quais são as causas e quais os tratamentos existentes?

O que é a Impotência Sexual

A impotência sexual, também conhecida como disfunção erétil é um problema muito comum que atinge muitos homens em várias faixas etárias, o qual se pode traduzir em disfunção sexual da segunda fase do ciclo de resposta sexual (excitação), ocasional ou na ausência total de ereção, não permitindo uma actividade sexual satisfatória.

Causas da Impotência Sexual

A maioria dos casos de disfução eréctil deve-se a causas físicas como sejam a idade, os efeitos secundários de alguns tipos de medicamentos e intervenções cirurgicas, a existência de doenças tais como problemas vasculares, doenças neurológicas, diabetes ou problemas hormonais e ainda a efeitos do consumo de alcoól e tabaco.

Além das causas físicas, muitas vezes são factores de ordem psicológica que estão na origem da disfunção eréctil. Entre essas causas psicológicas inclui-se o medo, as frustações, a ira, o stess, a depressão ou a ânsia pelo desempenho. As causas psicológicas são de grande importância pois afectam gravemente a auto-estima e provocar ainda mais ansiedade e depressão, agravando ainda mais o problema.

Tratamentos para a Impotência Sexual

Injeções intracavernosas

No início da década de 80, surgiram algumas substâncias (como o alprostadil) que eram autoinjectadas na parte lateral do pénis e que originavam a dilatação dos vasos sanguíneos e provoca uma ereção que pode durar até quatro horas. Contudo, a dor do tratamento e os possíveis efeitos secundários como a hemorrogia local, a contusão peniana e hematoma ou a fibrose, tornaram este medicamento pouco utilizado.

Fármacos de administração oral

No final da década de 90 surgiu no mercado a molécula Citrato Sildéfanil, um inibidor potente e selectivo da fosfodiesterase tipo 5 (PDE 5) que favorece o relachamento dos músculos lisos, consentindo desta forma um maior fluxo sanguíneo dentro dos vasos do corpo cavernoso peniano. Este tipo de medicamento, comercializado com a marca Viagra, Cialis, etc., encontram-se actualmente na primeira linha no combate a esta doença.

Além do sildéfanil, existem diversas outras opções de fármacos de administração oral como o Yohimbina, o Cloridrato de Vardenafil, o Cloridrato de Taladafil e o Cloridrato de Apomorfina.

Prótese peniana

A colocação de prótese peniana é um último recurso, sugerido apenas em casos em que nenhum dos outros tratamentos teve sucesso como acontece, por vezes com situações de diabetes mellitus grave. Esta prótese consiste num dispositivo inserido no pênis através de uma cirurgia. Estas próteses são constituídas por dois cilindros sintéticos que são colocados nos corpos cavernosos do pénis de tal forma a ocupar algum do espaço nestes espaços. Desta forma, restará menos espaço para ser preenchido pelo sangue, facilitando a erecção.

Terapia psicossexual

A terapial psicossexual é geralmente indicada para os doentes em que seja óbvia a causa psicológica ou psiquiátrica da disfunção eréctil e pode muitas vezes ser combinada com terapêutica farmacológica mais adequada.

 

Importante: os textos desta secção são meramente descritivos e não constituem nem substituem aconselhamento médico.

490 Visualizações 1 Total
490 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.