Amigdalite (Conceito, Definição, Significado, O que é)

O que é a amigdalite? Quais as suas principais causas, quais os seus sintomas e quais os seus tratamentos…

O que é a Amigdalite

O termo Amigdalite designa uma inflamação das amígdalas, geralmente devida a uma infeção bacteriológica ou viral. Estas infeções podem estar relacionadas com o surgimento de febre reumática e nefrite aguda.Amigdalite

Manifestações e sintomas:

Dependendo da intensidade da infeção, a doença é classificada em dois tipos:

  • Amigdalite aguda: neste caso a doença apresenta-se de forma súbita, originada por uma infeção pontual e, quando tratada adequadamente, desaparece num período entre 5 e 7 dias. Os sintomas mais vulgares são a febre, o mal-estar geral, sensação de prostação, dores de cabeça e dor de garganta. As amígdalas ficam inchadas e vermelhas e podem formar-se pequenos pontos brancos devido a acumulações de pus. Pode acontecer também a inflamação dos gânglios linfáticos do pescoço. Em casos em que a dilatação das amígdalas é grande, torna-se mais difícil a deglutição e a voz torna-se nasalada.
  • Amigdalite crónica: quando os processos de amigdalite aguda se manifestam de forma repetida, os microrganismos podem instalar-se de forma permanente nas amígdalas e originar lesões que persistem. Nas crianças, o crescimento das amígdalas pode ser tal que dificulte a deglutição e até mesmo a respiração, em especial durante a noite (amígdalas hipertróficas). Noutros casos, as amígdalas começam a abrir fendas formando canais que libertam pus do seu anterior (amígdalas crípticas). Quer num, quer noutro caso, existe o risco de desenvolvimento de abcesso faríngeo. Alguns dos sintomas mais frequentes são as dores de garganta, as secreções mucosas abundantes ou purulentas, o mau hálito e a dificuldade em deglutir alimentos e em respirar.

Principais causas:

A inflamação das amígdalas deve-se geralmente à infeção provocada por vírus ou por bactérias. A localização das amígdalas no ponto de contacto entre a via aérea e o sistema digestivo estando, por isso, sujeitas ao permanente contacto com microrganismos quer os presentes no ar, quer os presentes nos alimentos. Quando a quantidade dos microrganismos é tal que supera a capacidade defensiva pode ocorrer uma inflamação. Contudo, a maioria das amigdalites são originadas pela propagação de microrganismos de tecidos vizinhos afectados por inflamações agudas tais comouma faringite, uma laringite ou até mesmo uma constipação. Em determinados casos, as amigdalites podem também ser mais uma manifestação de várias doenças infecciosas.

Tratamento:

Na amigdalite aguda, os tratamentos mais comuns são geralmente de ordem sintomática e incluem a administração de analgésicos e antipiréticos, uma dieta leve e líquidos abundantes. Caso o processo infeccioso seja de origem bacteriana, devem ser também presctritos antibióticos adequados ao combate do microrganismo responsável.

Na amigdalite crónica, e quando os sintomas são muito graves ou quando existe perigo de complicações, a extracção cirúrgica das amígdalas, mediante uma intervenção denominada amigdalectomia, é muitas vezes a alternativa mais viável.

.

Nota importante:
Este texto é meramente descritivo e não constitui nem substitui aconselhamento médico.
1265 Visualizações 1 Total
1265 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.