Bourrée

Apresentação da dança de origem francesa bourrée, transformada depois num movimento da suite clássica e numa forma instrumental independente da dança.

Conceito

A bourrée é um termo de origem francesa que designa um estilo de dança animado, muito semelhante à gavota, em ritmo de divisão quaternária, a começar no tempo fraco. Durante o período Barroco transformou-se numa forma instrumental independente, embora conservando as suas características de música de dança. A bourrée pode, também, ser encontrada na suite clássica com um tratamento tripartido: (a) 1.ª bourrée, (b) 2.ª bourrée, (c) 1ª outra vez.

No entanto, de acordo com Michael Praetorius (1571-1621), compositor, organista e musicólogo alemão, as bourrées já existiam enquanto peças musicais abstractas desde meados do século XVI. Esta menção pode ser encontrada na sua obra de três volumes «Syntagma musicum», escrita entre 1614 e 1620.

J.S. Bach utilizou, frequentemente, a bourrée nas suas suites, como movimento depois da sarabanda e antes da gigue. Compôs, ainda, duas pequenas bourrées nos seus cadernos para Anna Magdalena Bach. Haendel escreveu várias bourrées para muitas das suas sonatas, sendo que a mais conhecida pode ser encontrada no sétimo andamento do conjunto de três suites «Música Aquática». Mais tarde, já no século XIX, Frédéric Chopin e Emmanuel Chabrier compuseram, também, várias bourrées para piano.

Percurso da dança

A bourrée surgiu na província de Auvergne, em França, como dança popular. Foi introduzida na corte francesa por Margarida de Navarra, em 1565, e permaneceu uma dança recorrente, que abria muitos bailes, até ao reinado de Luís XIII (1601-1642).

Depois do estabelecimento da Academia de Dança, por Luís XIV, em 1661, a bourrée foi adaptada a dança de concerto, ou seja, executada em palco para uma audiência. Desta forma, não é surpreendente que os primeiros passos de ballet, que derivam de várias danças, tenham sido também influenciados por esta. O passo pas de bourrée, elaborado de várias formas, é normalmente um pequeno passo executado com rapidez como  preparação para um passo maior. Já o bourrée couru é um passo onde os bailarinos (as) parecem deslizar, fazendo uma série de pequenos passos nas pontas, com as pernas juntas, na primeira ou quinta posição.

Não obstante, enquanto dança popular, sobreviveu até aos dias de hoje, sendo dançada em determinados bailes populares tanto em França como noutros países.

922 Visualizações 1 Total
922 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.