Mar Morto

Apresentação do Mar Morto

Apesar da designação de mar, o Mar Morto é um lago localizado numa depressão a 400 metros abaixo do nível do mar e formado por duas bacias que em conjunto têm cerca de 72 km de comprimento por 14 de largura. Está localizado no vale do Jordão na região do Médio Oriente, entre as fronteiras de Israel e da Jordânia. Ocupa a parte mais profunda de um imenso fosso de abatimento que se estende da África Oriental ao Líbano e que tem a sua origem nos movimentos de placas continentais, nomeadamente do movimento de rotação do bloco arábico que se destacou do bloco africano e começou um movimento de rotação na direcção norte.

Separado do Mar Mediterrâneo pelas montanhas da Judeia, o vale do Jordão recebe precipitações pouco abundantes sendo alimentado pelas águas do rio Jordão provenientes do norte e de algumas ribeiras que descem das montanhas circundantes, entre as quais a Arnon e a Zarca.

O clima muito seco e quente provocam uma elevada evaporação, situação que ao longo de milénios originou uma elavada acumulação de sais minerais, de tal forma que actualmente a sua acumulação é cerca de 28%, quase 10 vezes superior à média dos oceanos. Tal concentração de sais minerais faz com que uma pessoa possa flutuar facilmente na água e torna impossível a existência de formas de vida complexas (apenas alguns raros tipos de bactérias conseguem sobreviver neste ambiente).

As margens deste enorme lago são também extremamente invulgares. A intensa evaporação permite a formação de grandes depósitos de sal que tomam formas surpreendentes que vão desde de pequenos montículos e de pílares a grandes grutas e cavernas onde se podem admirar estactites e estalagmites. Ums destas formas ficou ligada à história bíblica que narra a destruição de Sodoma e Gomorra: segundo a lenda, um destes pilares é a esposa de Loth que ficou transformada numa estátua de sal quando lançou um olhar sobre a cidade de Sodoma quando esta esta a ser destruída.

Tal com referido, o mar Morto encontra-se dividido em duas bacias, as quais apresentam características muito diferentes. Ao sul encontra-se a bacia de menor dimensão e também muito menos profunda (apenas 6 metros em média), sendo também a que apresenta maior taxa de salinidade. Sobre a costa sudoeste situa-se o monte Sodoma, extremamente dissimétrico, formado por leitos de sal e de gesso. A parte norte é muito mais extensa e profunda (atingindo 400 metros de profundidade, o que significa que o fundo do fosso se situa neste ponto a 800 metros abaixo do nível do mar). Aqui as montanhas aproximam-se muito mais das margens e algumas ribeiras cavaram enormes gargantas e depositaram enormes massas de materiais arrancados às montanhas formando belos deltas.

A parte norte do mar Morte é dominada pela Masada (ou Massada), uma espécie de fortaleza natural ladeada de paredes quase verticais e de extrema importância na história dos judeus. Nesta região podem também ser encontrados alguns belos oásis, entre os quais o Ein Gedi.

1414 Visualizações 1 Total
1414 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.