Parque Natural Municipal da Catacumba

O Parque Natural Municipal da Catacumba é um parque de conservação ecológica, com cerca de 26,50 hectares, classificado como Unidade de Conservação e Proteção Integral, localizado do Estado do Rio de Janeiro, no Brasil.

A história do atual Parque Natural Municipal da Catacumba está relacionada com a remoção, no início da década de 1970, da Favela da Catacumba, que ocupava as encostas íngremes do morro de mesmo nome. Posteriormente o prefeito da cidade, Marcos Tamoyo, empenhou-se na recomposição florestal da encosta e na implantação de um parque voltado à difusão cultural e à exposição de obras de arte que deveriam se integrar à paisagem local. Neste sentido, providenciou a doação das peças que compõem o acervo do Parque.

A inauguração, em 1979, do então chamado Parque da Catacumba propiciou a criação de um parque permanente de esculturas ao ar livre, formado por obras de artistas consagrados internacionalmente, alcançando ampla repercussão nos meios culturais, pela concepção inédita no Brasil. No início dos anos 80, já com a denominação de Parque Carlos Lacerda, ganhou popularidade. Tal deveu-se aos shows de música instrumental que ali se realizavam, atraindo milhares de pessoas nas tardes de domingo. No entanto, a concentração de pessoas acabou por inviabilizar eventos desse porte que contribuíam para a degradação do Parque.

Através do Decreto 22.662 de 19/02/2003, o Parque Marcos Tamoyo (Parque da Catacumba) foi renomeado passando a ser intitulado Parque Natural Municipal da Catacumba, devido as suas características paisagísticas e culturais relevantes na Cidade e que cumprem o objetivo básico de preservação de ecossistemas de importância ecológica e beleza cênica.

530 Visualizações 2 Total
530 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.