Calçada da Fama do Maracanã

A Calçada da Fama do Maracanã reúne o registro de mais de 100 jogadores brasileiros e estrangeiros que atuaram no estádio

 

calcadaPalco de duas decisões de Campeonatos Mundiais (1950 e 2014), o mítico estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, possui um espaço dedicado a eternizar os ídolos do futebol brasileiro e mundial que pisaram naquele relvado ao longo de sete décadas. Com mais de 100 registros, com novos nomes sendo constantemente incorporados ao acervo, a Calçada da Fama do Maracanã é um dos pontos altos do tour de visitação ao estádio, que recebe cerca de 1.500 pessoas por dia durante a alta temporada.

Entre os grandes nomes do vitorioso futebol brasileiro, como Pelé, Garrincha, Nilton Santos, Zico, Romário e Ronaldo, destacam-se seis estrangeiros que deixaram as marcas dos seus pés para a posteridade, incluindo o craque português Eusébio.

Outros jogadores forasteiros homenageados são o alemão Franz Beckenbauer, campeão mundial em 1974, e o uruguaio Alcides Ghiggia, autor do gol do título da Celeste Olímpica sobre o Brasil no Maracanazo, como ficou conhecida a derrota dos anfitriões na decisão do Mundial de 1950.

Os três estrangeiros restantes atuaram com destaque em equipas brasileiras: o chileno Elias Figueroa, ídolo do Internacional na década de 1970; o paraguaio Romerito, que brilhou no Fluminense na década de 90; e o sérvio Dejan Petkovic, com passagem destacada pelo Flamengo no início do século XXI, e atuação em vários outros times do país.

Após a realização da Copa das Confederações-2013 e da Copa do Mundo-2014 no Brasil, ambas com a final realizada no Maracanã, a administração do estádio planeja novas homenagens a jogadores estrangeiros que passaram pecalcada romariolo estádio nos torneios internacionais.

A Calçada da Fama do Maracanã foi criada em junho de 2000, como parte das comemorações dos 50 anos de inauguração do estádio. Estavam na lista inicial de homenageados crques como Pelé, o Rei do Futebol, e outros campeões mundiais com a seleção brasileira, como Nilton Santos, Mario Zagallo, Didi, Carlos Alberto Torres, Gerson, Jairzinho, Bebeto e Romário.

Também fizeram parte da inauguração da Calçada da Fama o craque Zico, maior artilheiro de sempre do Maracanã, com 333 golos anotados no estádio, e contemporâneos como Júnior, Leandro, Falcão, Assis e Renato Gaúcho.

Um caso especial envolveu o genial Garrincha, que morreu em 1983, 17 anos antes da criação da Calçada da Fama. Um fã do ex-atacante do Botafogo, duas vezes campeão mundial com a seleção brasileira (1958 e 1962), cedeu ao Maracanã as marcas dos pés de Garrincha que foram feitas de forma privada e estavam expostas em um restaurante no Rio de Janeiro.

Outros ídolos que já tinham falecido na época da inauguração da Calçada da Fama, e portanto não poderia ter suas marcas no espaço, foram lembrados com placas In Memorian, como os casos dos goleiros Barbosa e Castilho e dos craques Ademir de Menezes, Almir Pernambuquinho, Dequinha, Quarentinha e Zózimo, entre outros

A Calçada da Fama foi sendo ampliada durante a primeira década do século XXI, e já contava com 100 nomes quando as peças foram retiradas, em 2010, para início da remodelação do estádio para o Mundial de 2014. Entre as homenagens, apenas uma mulher: a craque Marta, seis vezes eleita a melhor do mundo pela Fifa. Ela entrou na Calçada da Fama em 2007, após ajudar a seleção brasileira feminina a ganhar a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos do Rio-2007.

calcada atualMarta voltou em 2018 para refazer as marcas dos seus pés, com material mais moderno, e ganhar um espaço dedicado à sua carreira. Naquele momento, a Calçada da Fama havia sido reduzida a 28 peças. As restantes, jamais voltaram para o local após a reinauguração do estádio, em 2013.

No início de 2019, o governo do estado do Rio e a administração do Maracanã entraram em acordo para recuperar as 73 homenagens que estavam fora do acervo – as peças ficaram guardadas em salas do ginásio do Maracanãzinho, que faz parte do complexo esportivo do Maracanã.

Após um trabalho de recuperação do material, a nova Calçada da Fama deve ser reinaugurada até a Copa América que será disputada em junho de 2019, no Brasil, finalmente com o acervo completo.

O mais recente homenageado no espaço foi Ronaldinho Gaúcho, que apresentou sua placa na Calçada da Fama no fim de fevereiro de 2019.

Confira todos os jogadores homenageados na Calçada da Fama do Maracanã:

Ademir da Guia
Ademir Menezes
Adílio
Alex
Alexandre Torres
Almir Pernambuquinho
Altair
Amarildo
Andrade
Assis
Barbosa
Bebeto
Bellini
Branco
Brito
Carlos Alberto Torres
Carpegiani
Castilho
Claudio Adão
Coutinho
Danilo Alvin
Dario (Dada Maravilha)
Dequinha
Dida
Didi
Dirceu
Djalma Santos
Dunga
Edinho
Edmundo
Edu Antunes
Eusébio
Evaristo
Falcão
Felix
Figueroa
Franz Beckenbauer
Friaça
Garrincha
Geovani
Gerson
Ghiggia
Gylmar
Ipojucan
Jair Rosa Pinto
Jairzinho
Joel
Jorginho
Julinho
Júlio César
Junior
Kaká
Leandro
Leão
Leonidas
Luiz Pereira
Luizinho
Manga
Marco Antonio
Marinho
Marinho Chagas
Marta
Mendonça
Nilton Santos
Orlando
Pampolini
Paulo Borges
Paulo Cezar Lima
Paulo Henrique
Paulo Victor
Pelé
Pepe
Petkovic
Pinga
Pinheiro
Quarentinha
Raúl Plasman
Renato Gaúcho
Reinaldo
Rivelino
Roberto Dinamite
Roberto Miranda
Romário
Romerito
Ronaldo
Ronaldinho Gaúcho
Rondinelli
Rubens
Samarone
Silva Batuta
Sócrates
Telê Santana
Tita
Tostão
Túlio
Vava
Waldo
Washington
Zagallo
Zico
Zinho
Zito
Zizinho
Zózimo

108 Visualizações 1 Total
108 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.