Endósporo

Os endósporos são estruturas especializadas que surgem em alguns organismos procariontes (nomeadamente bactérias pertencentes aos géneros Clostridium, Bacillus,  Desulforomaculum, Sporosarcina e Sporolactobacillus). Formam-se no final da fase exponencial de crescimento, em situações de escassez de nutrientes, ou seja, são estruturas que surgem quando a célula se encontra em condições desfavoráveis para o seu crescimento. Possuem a capacidade de permanecerem num estado de latência durante longos períodos de tempo, germinando quando as condições ambientais se tornam favoráveis.

Formação

Para que um endósporo se forme, uma célula bacteriana sofre uma divisão assimétrica, formando-se 2 compartimentos: um de maiores dimensões que será a célula-mãe e outro menor que dará origem ao endósporo. Este compartimento menor é incluído na célula-mãe, dentro da qual passa por vários processos até se transformar no endósporo final. No final de todo o processo, a célula-mãe sofre uma morte celular programada e o endósporo é libertado.

Estrutura

Os endósporos apresentam uma estrutura complexa, que podemos dividir em invólucro e zona central.

O seu invólucro é constituído por vária camadas:

– túnicas (interna e externa): ricas em proteínas

– córtex: camada interior em relação às túnicas, o córtex é a camada mais espessa do invólucro; o seu principal constituinte é um tipo de peptidoglicano (diferente do que habitualmente surge nas paredes celulares bacterianas).

Na zona central do endósporo encontramos

– protoplasto: contendo material como ribossomas e o ADN da célula

– parede celular germinativa: a rodear o protoplasto, é constituída por peptidoglicano; após a germinação do esporo, esta parede tornar-se-á a parede celular da nova bactéria

Os endósporos são estruturas altamente resistentes a temperaturas elevadas (possivelmente graças ao seu estado de desidratação e à presença de dipicolinato de cálcio no protoplasto) e que também apresentam alguma resistência a alguns agentes químicos (resitência essa que se pensa possa estar relacionada com a impermeabilidade das túnicas do invólucro). Os endósporos podem ainda resistir a radiação UV e à ação de algumas enzimas.

2442 Visualizações 1 Total

References:

– Azevedo, C (1999). Biologia Celular e Molecular. 3rd ed. Portugal: Lidel.

Bacterial Endospores. Disponível: https://micro.cornell.edu/research/epulopiscium/bacterial-endospores. Acedido 14-08-2015.

2442 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.