Adenosina difosfato (ADP)

O termo adenosina difosfato, difosfato de adenosina ou também comummente denominado de ADP, designa um composto químico formado por um nucleosídeo (união de uma base purínica, a adenina e uma pentose, a ribose) e dois radicais de fosfato inorgânico conectados em cadeia. A sua fórmula química é C10H15N5O10P2 e massa molecular 427.201 g/mol.

ade

A ligação da molécula de ADP com os grupos fosfato é reversível. 

Sempre que é requerida energia para a célula (como por exemplo, para o metabolismo, transporte de moléculas e divisão celular), ocorre a conversão da molécula de adenosina trifosfato (ATP) em ADP com a libertação de um radical de fosfato inorgânico (Pi). As ligações químicas entre o segundo e o terceiro radical de fosfato da molécula de ATP são altamente energéticas (libertam cerca de 7 Kcal/mol de substância).

Sempre que ocorre a libertação de energia, aquando da degradação de macromoléculas como a glucose (fosforilação oxidativa) ou quando é utilizada energia proveniente da luz (fotofosforilação), o ADP é novamente convertido em ATP.

atp-adp

Por vezes, o ATP é degradado até à sua forma mais simples, sendo convertido em adenosina monofosfato (AMP). Neste caso, ocorre a libertação de dois grupos de fosfato inorgânico, o que resulta na libertação de uma quantidade maior de energia.

Tanto a molécula de ATP, ADP ou AMP permitem à célula o armazenamento de energia através das suas ligações químicas. O ATP é a forma mais comum de transferência de energia nas células da maior parte dos organismos.

 

7468 Visualizações 1 Total
7468 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.